BANDA CAVALEIROS CONSAGRADOS

Conheça as musicas do album Escudo Soberano lançado em 2003 ouça nos endereços ou baixe em MP3:

Pure Volume:
http://www.purevolume.com/cavaleirosconsagrados


4 shared:
http://www.4shared.com/dir/2721787/7093639/Cavaleiros_Consagrados.html


GOSTOU DAS MUSICAS.
QUER COMPRAR O CD, A CAMISETA, OS CDS DE PALESTRAS, O LIVRO DE ORAÇÃO DE EXORCISMO OU PARA LEVAR A BANDA PARA SUA CIDADE PARA PALESTRAS, PREGAÇÕES E SHOWS ENTRE EM CONTATO:
e-mail:cavaleirosconsagrados@gmail.com
Telefone: (16) 91983304
Orkut:http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1895343782052361561

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h27
::
:: Enviar esta mensagem

Nada é impossível - O Senhor quer revogar toda sentença que você esteja vivendo

Palavras precipitadas, muitas vezes, saem de nossas bocas quando estamos passando por momentos de provação, as quais mostram em que nível a graça de Deus está em nosso coração. Se o coração está cheio de coisas boas, o que saem dele são coisas boas, mas se está cheio de coisas ruins, o que se pode esperar? Palavras do tipo "você não tem mais jeito; pode desistir, não vai mudar mesmo; não adianta tentar, isso é uma ilusão" são uma verdadeira maldição, elas têm o poder de intimidar um coração que está disposto a lutar.
Precisamos fazer de nossas palavras um elo que nos ligue ao poder de Deus, e assim, este [o poder do Senhor] pode arrebentar qualquer cadeia que queira nos aprisionar, sejam elas feridas, mágoas, tristezas e até mesmo maldições. Pois o Senhor nosso Deus pode revogar qualquer sentença e qualquer maldição que tenham pronunciado contra nós. Acredite! Hoje o Senhor quer revogar toda sentença que você esteja vivendo. Ele decreta uma nova sentença de vitória, que regerá seu rumo, para que você volte a lutar.
"O Senhor revogou a sentença pronunciada contra ti, e afastou o teu inimigo. O rei de Israel, que é o Senhor, está no meio de ti; não conhecerás mais a desgraça. Naquele dia, dir-se-á em Jerusalém: Não temas, Sião! Não se enfraqueçam os teus braços! O Senhor teu Deus está no meio de ti como herói Salvador! Ele anda em transportes de alegria por causa de ti, e te renova seu amor. Ele exulta de alegria a teu respeito" ( Sof. 3,15-17).
Nosso Deus tem todo o poder para quebrar todas as sentenças feitas pelos homens. Ele pode mudar todos os decretos e transformar pessoas que já estavam derrotadas em pessoas abençoadas. Quando um homem é marcado por Deus para a vitória, mesmo que este já tenha sido marcado para a morte, ele é igualmente fortalecido na fé, para dar glória ao Senhor diante de todos os desafios.
Precisamos ter um grande cuidado com nossas palavras, porque elas têm o poder de construir e destruir! Mesmo pessoas queridas e amigas, "se não forem conduzidas pela sabedoria de Deus", podem dizer palavras que parecem ser de solidariedade, mas, no fundo, são sentenças que vão minar nossa confiança no Senhor. Quem é que nunca ouviu um amigo dizer isso para nosso consolo: Coitadinho! Ou: Como conseguiram fazer isso com você? É assim que nos impedem de assumir a postura que Deus deseja de nós diante dos problemas, a qual precisa ser uma postura de fé, confiança e perdão.
Se nos permitirmos maus pensamentos, estaremos caminhando em direção à derrota, e por fim, seremos tomados pelo abatimento. Em cada situação de nossas vidas, a sentença deve ser de Deus, que é cheia de graça e misericórdia. Bem conheço os desígnios que mantenho para convosco - oráculo do Senhor -, desígnios de prosperidade e não de calamidade, de vos garantir um futuro e uma esperança (Jr 29, 11).
A sentença de bênção e vitória do Senhor Deus continua principalmente nos dias de tribulação. Precisamos, com inteligência, nos agarrarmos às promessas do Senhor e acreditar que elas prevalecerão sobre tudo.
Nosso Pai cuida de nós e tudo proverá para que verdadeiramente sejamos vencedores.
Amém.

A Alegria está no coração de quem já conhece a Jesus!
Seu irmão, Zezinho


Fonte:FORMAÇÕES



VEJA TAMBÉM:
E quando parece que tudo vai dar Errado?!


:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h36
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


A nossa vida é um dom de Deus!
"Vós me ensinareis o caminho da vida, há abundância de alegria junto de vós e delícias eternas à vossa direita" (IPd 1,17).
A vida é o maior bem dado por Deus! Cada instante dela deve ser vivido n'Ele e por Ele; tudo deve nos encaminhar para Deus! A nossa vida é cheia de estações, todas elas muito importantes, apresentando uma beleza que lhe são próprias e, por isso, deve-se vivê-las intensamente.
Passar por essas estações da vida dando a sua importância devida é saber valorizar a graça própria de cada situação.
João Paulo II nos dizia: "Basta olhar a variação da paisagem, no decorrer do ano, nas montanhas e nas planícies, nos prados, nos vales, nos bosques, nas árvores e nas plantas em geral. Há uma íntima semelhança entre o biorritmo do homem e os ciclos da natureza da qual ele faz parte".
Esta é a grande verdade, pois a vida que nasce, que cresce e chega ao seu ocaso faz parte do mistério da existência, da vida humana que provém de Deus. É um dom maravilhoso!
Seu irmão, Pe. Jonas Abib


Feliz de quem se lembra do pobre e do necessitado
Quem se fecha em si mesmo jamais poderá acolher as graças que Deus deseja derramar sobre sua vida. Quanto mais nos esquecemos de nós mesmos, e de nossos problemas, tanto maior será a oportunidade que ofereceremos a Deus para entrar em nossa história e assumir nossa vida.
Além da felicidade do perdão e da felicidade conseqüente do abandono em Deus, é preciso experimentar a felicidade da doação. Muitas vezes, não somos curados porque buscamos simplesmente uma vida tranqüila. Queremos que Deus resolva nossos problemas, mas somos incapazes de sair de nós mesmos para ir ao encontro de quem necessita de nossa ajuda.
Cada vez que somos curados, somos chamados a ser fontes e canais de cura para todos aqueles que estão ao nosso redor. No entanto, quando nos fechamos num egoísmo comodista, além de não recebermos as graças de Deus, é sempre crescente a experiência da solidão.
Peçamos, hoje, ao Senhor, a graça de sairmos de nós mesmos e caminharmos ao encontro dos mais pobres e necessitados.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Por que espero tantos elogios?
Jesus Cristo compara-nos ao fermento, ou melhor, Ele diz que somos fermento e, por isso, envolvidos na massa é que somos quem Deus nos fez!
Aprendi, hoje, com o Pe. Rafael, sacerdote Javista que vive em missão conosco, - numa comparação maravilhosa -, que quando comemos uma torta gostosa, elogiamos sua beleza, perguntamos quem a fez e nos deliciamos com tudo e queremos saber quem a fez para parebenizar!
Entretanto, nunca se viu alguém perguntar sobre qual fermente foi usado! Pois é! Fermento, ninguém vê!
Por tanto, se continuarmos querendo que nos vejam, é possível que ainda não tenhamos compreendido quem somos!
É hora de rever a história e entender o que Jesus nos quis dizer. Caso contrário, vamos ficar querendo ser enfeite da torta, quando, na verdade, Jesus nos quer realizando o que é essencial - a parte do fermento - e nada mais.
Valei-nos, São José!
Com carinho e orações, Seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h30
::
:: Enviar esta mensagem

A virtude da castidade

A castidade é uma virtude. A virtude é uma qualidade ou característica estável. As virtudes, portanto, não são atos ou sentimentos passageiros, ou até mesmo momentâneos. As virtudes são permanentes e, a semelhança de outras qualidades que não são dadas naturalmente, devem ser adquiridas durante algum tempo e não se perdem com facilidade.
A virtude da castidade faz parte da virtude cardeal da temperança, que tende a moderar as paixões e os apetites da sensibilidade humana. A temperança é a virtude que afeta os prazeres da comida, bebida e da sexualidade. A castidade é o aspecto, ou parte da temperança, que se refere aos prazeres da sexualidade.
A castidade tem como finalidade imediata ordenar toda a esfera sexual, de acordo com a norma moral, ou seja, procura que a sexualidade esteja de acordo com a moral e as leis naturais. Dentro das funções principais da castidade, encontram-se: dominar e dirigir o prazer sexual e ajustar os atos sexuais à sua própria finalidade natural, isto é, conforme esta razão, ordenar nosso instinto sexual.
Isto não significa suprimir ou reprimir nossa sexualidade, mas marcar os limites indicados pela lei moral. Também não é sinônimo de continência, já que esta pode dar-se em sujeitos imaturos, sem problemas aparentes neste campo, cuja tranqüilidade é periférica porque se obtém com uma forte repressão. As conseqüências não demoram em se manifestar por outros caminhos que aparentam não estar em relação direta com o sexo, mas que os próprios psicólogos têm sabido denunciar seu verdadeiro significado.
Alguém poderia pensar que a castidade se opõe ao amor, mas, ao invés, o favorece porque se opõe ao prazer egoísta que impede o amor chegar a sua plenitude humana e espiritual. Graças a esta virtude, a pessoa integra sua sexualidade à sua vocação, ou seja, ordena sua sexualidade para desenvolver o amor e o domínio de si mesma.
A castidade, como toda virtude, é uma tarefa e um trabalho pessoal. Isto significa que cada pessoa deve realizar um esforço predominantemente pessoal.


Veja mais:
Padre Jonas convoca jovens à santidade no dia-a-dia

Amar se aprende amando

A Oração do casal

Depressão e fé

Amigos Tudo de bom!

Enamorar-se.... e amar

Os 40 anos da Renovação Carismática Católica

O Espírito Santo vos dará força

Evangelização sem o Espírito Santo é falsa, exorta bispo

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h19
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Advogados uns dos outros
Todos erramos e temos falhas, por isso estamos em recuperação. E nossa casa de recuperação é a Igreja, na qual estamos sendo refeitos à imagem e semelhança de Deus. Restaurados á imagem da Virgem Maria, modelo de humildade e santidade. Esse é um trabalho longo, no qual o Senhor investe tudo em nós.
Por isso, nós não podemos jogar nosso irmão na lata do lixo só porque ele falhou conosco ou com os demais. Não é assim nas casas de recuperação. Aquele que está internado numa dessas casas cai várias vezes e, se não cai no vício novamente, cai em depressão, recalcitra, se revolta... Isso é natural: ele está em recuperação... O mesmo acontece conosco: o que deve existir em nossos pensamentos, palavras e gestos é o amor, a misericórdia e o perdão.
Temos de ser irmãos, verdadeiros advogados uns dos outros. O amor precisa ser maior que qualquer briga, desentendimento e diferenças de opinião. Não podemos perder ninguém, por isso, quando o irmão errar com você e o magoar, a palavra de ordem é procurá-lo e perdoá-lo. Quando expomos uma pessoa falando mal dela, cometemos um pecado maior do que aquele que ela cometeu contra nós e também pecamos contra a Igreja. Silencie, isso é amor, isso é maturidade cristã. Calar não destrói. Falar do outro é que causará destruição.
Todos os mandamentos se resumem nestas palavras: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (Marcos 12:31).
seu irmão, Padre Jonas Abib


Deixemos tudo, para possuir aquele que é Tudo
Um dos sinais de autenticidade da nossa conversão é o espírito de desprendimento, ou seja, quando somos capazes, primeiramente, de nos doarmos ao próximo, bem como de doarmos o que possuímos sem que esperemos nada em troca.
"Sem dúvida, grande fonte de lucro é a piedade, mas quando acompanhada do espírito de desprendimento. Porque nada trouxemos ao mundo como tampouco nada poderemos levar" ( I Tm 6,6-7).
Quando experimentamos a graça de Deus em nós o nosso primeiro passo é nos colocarmos a serviço do outro, como Nossa Senhora, que ao receber a visita do anjo, logo foi ao encontro de sua prima Isabel. Da mesma forma que ocorrera com outras mulheres bíblicas que ao serem tocadas pelo Senhor começaram a ajudar a Jesus e aos discípulos, com os bens que possuíam.
É uma longa jornada a percorrer, por isso precisamos nos exercitar, todos os dias, em nos desprendermos das coisas, principalmente daquelas que nos afastam do Senhor.
São Nicolau de Flue, ao compreender a dinâmica do espírito de desprendimento, rezava todos os dias assim:
"Ó meu Senhor e meu Deus, afastai de mim tudo o que me afasta do Senhor.
Ó meu Senhor e meu Deus, aproximai de mim, somente o que me aproxima do Senhor.
Ó meu Senhor e meu Deus, livrai-me de mim mesmo, para que eu possua somente o Senhor".

Peçamos ao Senhor, neste dia, a graça do desprendimento das coisas que nos prendem e nos amarram.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Como impedir que a tentação me atinga?
Todo o pecado é precedido de uma tentação! Ivariavelmente!
Por causa disso, nossa primeira e mais precisa luta contra o mal não é expulsá-lo, mas nos mater distantes de sua presença perversa.
Para impedir a tentação, em primeiro lugar reze, reze e reze; e habitue-se a pedir ao Senhor que Ele mesmo mantenha longe a tentação que nos derruba e, assim pecamos.
Em segundo lugar, como perdemos força quanto estamos sós, peça ajuda! Acostume-se e não tenha medo de partilhar suas fraquezas e pedir oração sobre elas.
Depois, através também da oração, envolva-se de Deus e impeça que o inimigo o veja.
Três dicas tão simples que podem mudar nossa vida, se as pusermos em prática!
Releia esta mensagem e deixe que Nosso Senhor a escreva em seu coração!
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h10
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 13,18-23)
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
"Ouvi a parábola do semeador: Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado à beira do caminho.
A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria; mas ele não tem raiz em si mesmo, é de momento: quando chega o sofrimento ou a perseguição, por causa da palavra, ele desiste logo.
A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele não dá fruto.
A semente que caiu em boa terra é aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto. Um dá cem outro sessenta e outro trinta".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:Santa Bartoloméia
A santa de hoje, nasceu em 1807, na Itália, e foi a grande responsável pela conversão do seu pai, que vivia entregue ao vício da bebida.
Santa Bartoloméia, por um tempo, viveu com as Irmãs Clarissas, isto até Deus colocá-la novamente em seu lar tão cheio de conflitos.
Com sua vida de oração, renúncia e humildade, conseguiu levar seu pai para Deus, mas deseja mais para o Senhor; por isso com a ajuda de Santa Vicência, fundou o Instituto das Irmãs da Caridade.
Após consumir-se de tanto sacrifício de amor, Santa Bartoloméia entrou no Céu com apenas 26 anos.
Santa Bartoloméia, rogai por nós!

Ontem (Quinta - 26/07) foi dia de SANTA ANA E SÃO JOAQUIM

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h04
::
:: Enviar esta mensagem

Entre a cruz e a espada - Toda escolha implica também em uma renúncia

Imagine que você se encontra diante de uma decisão importante que pode mudar toda a sua vida. Alguém se aproxima e lhe diz: Não há como fugir. Você precisa escolher. Terá de fazer sua opção. Você se sente, então, entre a cruz e a espada. E as circunstâncias se agravam ainda mais se a sua decisão envolver outras pessoas.
Em momentos assim, escolher pode tornar-se muito difícil, uma verdadeira arte. Seria muito bom se essas escolhas não comportassem certa carga de angústia. Mas escolher dói, causa inquietação, medo, insônia, porque escolher significa também abrir mão de algo.
Toda escolha implica também em uma renúncia. Ao escolher uma estrada, você desiste de caminhar por todas as outras. Assim como, ao escolher uma esposa ou um marido, você dispensa todos os outros possíveis candidatos. É a encruzilhada da vida. Mas é isso que torna linda a história, e que a faz única, irrepetível e merecedora do nosso amor. Porque nós amamos não uma vida sem erros, mas uma vida de possibilidades e de escolhas.
Nós amamos ser livres. E, por piores que as opções nos pareçam, mesmo que nos vejamos sem saída, ainda nos resta escolher o que vamos fazer na situação difícil: Se vamos lutar ou nos entregar. É justamente aqui que jorra uma força, uma energia, um poder pois um milagre acontece cada vez que alguém se supera e tira o bem de onde os outros só viam maldades ou não viam nada. O céu faz uma festa quando nós nos recusamos a ser escravos da tristeza e da depressão. Deus salta de alegria quando nós escolhemos nos levantar mesmo contra as expectativas de todos à nossa volta.
Se alguém diz a uma pessoa de fé que não existem mais saídas, ela dobra os joelhos até que uma porta nova se abra. Não o faz por pirraça, mas por amor; porque a fé faz brotar esse sentimento. E o amor nos faz enfrentar todos os problemas ele [amor] mesmo nos dá a vitória sobre os males. Viver assim é perigoso, é subversivo. Viver assim é comprometer-se, é abraçar a cruz de uma vida levada a sério, vivida sem medo até às últimas conseqüências. E a morte não tem poder sobre uma vida assim. A dor e o sofrimento jamais terão vitória sobre o amor, porque quando este se torna a medida de cada decisão, toda morte termina em ressurreição.


Por:Márcio Mendes - Missionário da Comunidade Canção Nova, estudante teologia, autor dos livros "Quando só Deus é a resposta" e "Vencendo aflições, alcançando milagres".


A raiz do pecado - Nossos pecados são somente o cume de um 'iceberg'
O pecado que cometemos é somente o cume do iceberg, da montanha de gelo. Como vocês sabem, a montanha de gelo tem fora d'água somente 1/8 de tudo que realmente é. Desta forma o restante 7/8 estão debaixo d'água. Por isso, se você vir uma grande montanha de gelo, somente verá uma pequena parte da mesma.
Desta forma são os nossos pecados. Os nossos pecados são somente o cume de um iceberg; fico bravo com qualquer coisa, os outros percebem que estou com raiva, mas o que está por baixo dessa raiva? De onde vem este acúmulo de raiva? Se olhamos a fundo podemos ver que aquela raiva pode ter tido o seu começo no ventre materno. Quando falamos de cura espiritual não é somente do ato do pecado, mas de tudo que está ao seu redor. Nós não devemos somente pedir perdão, mas também pedir a cura da raiz do pecado.
Existem raivas em nós, existem nossos pecados sexuais (a masturbação ou qualquer outro pecado sexual), existe o nosso desejo de poder com a ambição que ele gera, a presunção como mecanismo de autodefesa, o ser apegado ao dinheiro, etc... De fato, acontece exatamente isto: muitas vezes o diabo nos tenta indiretamente, nos tenta querendo entrar por essas brechas abertas dessas raízes profundas na nossa vida.
Muitas vezes, os jovens e também os menos jovens descobrimos que a masturbação nada mais é que uma autodesaprovação, ou o resultado de um abuso sexual no passado. De fato, se olhou somente para o pecado e se perdoou o pecado, mas não se foi fundo para curar as causas, facilmente, em pouco tempo, se cairá novamente no mesmo pecado porque a raiz permanece, a raiz continua no mesmo lugar! Portanto, é extremamente importante olhar para a cura dos pecados.
Devemos nos perguntar: por que ajo sempre assim? Por que quando me confesso, eu me sinto tranqüilo por ter lutado com todos os meus pecados, mas depois quando chega este pecado freqüente, eu não tenho forças? Por que eu consigo lutar contra todos os outros pecados, mas depois vem a minha fraqueza?
Dá para entender: o maligno penetra através do ponto fraco; o diabo tenta, mas também oprime! A opressão é certamente a sua entrada através do ponto fraco que existe na minha personalidade. Se quero de verdade fechar essa brecha, eu devo quebrar esta raiz; devo achá-la, antes de tudo, quebrá-la e, por fim, debelá-la.
Estar espiritualmente curado quer dizer ser curado das dependências que temos.
Artigo extraido do livro "Cura do mal e libertação do maligno"
Por:Frei Elias Vella - OFM


Leia mais em:FORMAÇÃO

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h21
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


O amor e a misericórdia caminham juntos
No evangelho de Mateus recebemos algumas instruções preciosas:
"Se teu irmão tiver pecado contra ti, vai e repreende-o entre ti e ele somente; se te ouvir, terás ganho teu irmão. Se não te escutar, toma contigo uma ou duas pessoas, a fim de que toda a questão se resolva pela decisão de duas ou três testemunhas. Se recusa ouvi-los, dize-o à Igreja. E se recusar ouvir também a Igreja, seja ele para ti como um pagão e um publicano. Em verdade vos digo: tudo o que ligardes sobre a terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes sobre a terra será também desligado no céu. Digo-vos ainda isto: se dois de vós se unirem sobre a terra para pedir, seja o que for, consegui-lo-ão de meu Pai que está nos céus. Porque onde dois ou três estão reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles" (Mateus 18,15-20).
Somos responsáveis por nossos irmãos de caminhada e não podemos perdê-los. Só podemos ganhá-los para Deus. O Senhor os comprou com o preço de Seu Sangue. Não podemos perdê-los, aconteça o que acontecer. Ele não é nosso servo, é servo do Senhor.
O amor de Deus é incondicional. O mesmo amor que Ele tem por nós tem também por nosso irmão, seja ele quem for.
Para Deus não existe maior ou menor; pior ou melhor. Jesus disse claramente: "Eu vim para o pecador. Eu vim para arrancar o pecado do pecador" (cf. Mt 9,13b).
Jesus ama o mais necessitado, o mais pecador, porque esses é que precisam mais. O Senhor não quer perder ninguém, por isso precisa de nossa ajuda para fazer com que todos permaneçam ligados a Ele.
Quando eu era jovem, gostava muito de escalar montanhas. Eu escalava picos muito altos, como o Itatiaia. Em certos pontos da escalada, quando a subida se tornava mais difícil, um companheiro auxiliava o outro com a corda. A corda era amarrada na cintura do que estava na frente e na cintura do companheiro que vinha atrás. A gente subia um no outro.
Não podemos desligar o irmão. Não podemos cortar o irmão, nem permitir que ele se desligue, pois cairá montanha abaixo. Você se torna responsável pelo irmão, tanto quanto ele é responsável por você.
"A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, a não ser o amor recíproco; porque aquele que ama o seu próximo cumpriu toda a lei" (Rm 13,8).
Todos os mandamentos se resumem nestas palavras: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo", a caridade não pratica o mal contra o próximo, portanto a caridade é o pleno cumprimento da lei.
Prejudicamos muito nossos irmãos, e até os fazemos cair, quando os julgamos, acusamos... condenamos.
É preciso caminhar na unidade com os irmãos, nestes tempos urgentes em que nos encontramos, sem perder nada e nem ninguém. É preciso dizer não a todo julgamento e submeter nossa mente a Jesus, e não ao "acusador de nossos irmãos". Só podemos ter a mente de Cristo.

Subjugue agora sua mente ao senhorio de Jesus:
Jesus, eu subjugo minha mente a Ti; minha mente que julgou, acusou e condenou somente pelas aparências.
Eu subjugo minha inteligência, meu raciocínio, minha lógica a Ti e digo: errei Senhor, pois julguei, acusei e condenei.
Peço perdão. Dá-me, Senhor, uma mente nova. Quero ter tua mente, Jesus. Para o Senhor fica o julgamento, e para mim a misericórdia: o perdão, a oração, o amor para com o irmão. A esperança de que ele seja tocado, resgatado e corrigido por ti, Senhor.
Eu não quero mais ficar como juiz. Preciso ser mais corrigido do que meus irmãos.
Dá-me uma mente nova pelo poder de Teu Espírito Santo. Quero ser um intercessor, alguém que ama os irmãos, e não alguém que acusa e condena.

Corrige-me, Senhor.
Amém!
Retirado do livro: Combatentes no amor - Padre Jonas Abib


A união nos santifica
O único meio de construirmos a unidade é vivermos reconciliados. Somos pecadores e sempre o seremos até o fim de nossas vidas. Devemos, portanto, constantemente perdoar e ser perdoados. Pois a Palavra de Deus nos ensina que "Todo reino dividido contra si mesmo será destruído. Toda cidade, toda casa dividida contra si mesma não pode subsistir " (Mateus 12, 25).
Precisamos estar e permanecer profundamente unidos entre nós. Nosso único inimigo é o demônio. Ele é o inimigo de Deus e de nossas almas, o acusador de nossos irmãos. O demônio quer nos dividir e nos jogar uns contra os outros. São Paulo nos ensina: ''Não se ponha o sol sobre o vosso ressentimento'' (Ef 4,26). Somos todos frágeis! Se reconhecêssemos e admitíssemos nossas limitações, seria mais fácil perdoar o irmão e compreender suas fraquezas, assim como as nossas. Portanto, não tenha medo de falar para Jesus de sua dificuldade de perdoar; o quanto é difícil para você admitir que é capaz de cometer os mesmos erros e as mesmas falhas dos outros.
O Senhor conhece o seu coração, mas espera que você fale das suas dificuldades. Temos de ser verdadeiros com Deus.
Satanás age sutilmente nos relacionamentos a fim de causar mal-entendidos e ressentimentos, fazendo-nos pensar que os outros estão contra nós. ESTAMOS DO MESMO LADO DA BATALHA E NÃO SOMOS INIMIGOS UNS DOS OUTROS! Derrotamos o inimigo com o perdão, o amor e nossa união. Na reconciliação, na fé e no amor estão nossa força e nossa vitória. Andando na luz de Deus, e vivendo na verdade de Jesus, que opera em nós a reconciliação por meio do seu Espírito Santo, teremos comunhão uns com os outros e com a Igreja.
seu irmão, Padre Jonas Abib


Caminhemos ao encontro de Jesus
Muitas vezes, percebemos em nós certos sentimentos e certas reações e um vazio que nos paralisam e não somos capazes de dizer o porquê. Nós não temos consciência das nossas necessidades mais profundas, e procuramos preencher o vazio que sentimos comprando compulsivamente, comendo demais, falando muito ou alto demais, criticando tudo e a todos. Dessa forma, tornamo-nos amargos e mal-humorados e acabamos nos fechando em nosso mundinho interior e não estamos nem aí para o outro e tudo mais.
O saudoso Papa João Paulo II diz-nos assim:
''Só Jesus de Nazaré é capaz de satisfazer as aspirações mais profundas do coração humano''.
Voltemo-nos para Jesus no ponto em que está a nossa vida, dando-Lhe livre acesso para que Ele nos restaure por inteiro.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Não concluo meus projetos! Por que sinto tanto desânimo?
Estamos todos muito pressionados por este mundo que inspira-nos rapidez, eficiência e grande rendimento. Nesta maré, vamos esboçando projetos, sem nos conceder o tempo necessário para que sejam fecundados dentro de nós, deforma que possamos ter muito claro o que estamos objetivando.
Entretanto, mesmo sem clareza suficiente, seguimos em frente de qualquer forma e - bem rapidinho -, exatamente por causa da superficialidade de nossas metas, perdemos o norte, a direção... Já não é possível deter o desânimo.
Você e eu precisamos nos dar o tempo, e buscar os meios necessários, entre eles a oração e a partilha, para mergulharmos no sentido de nossas escolhas. Caso contrário, nossos projetos serão sempre um fracasso!
Valei-nos, São José!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h13
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 20,20-28)
Naquele tempo, a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido.
Jesus perguntou: "O que tu queres?" Ela respondeu: "Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda".
Jesus, então, respondeu-lhes: "Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?"
Eles responderam: "Podemos".
Então Jesus lhes disse: "De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou".
Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos.
Jesus, porém, chamou-os e disse: "Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor; quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo.
Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:São Tiago Maior
Neste dia a Igreja de Cristo festeja a santidade do apóstolo nascido em Betsaida na Galiléia: São Tiago Maior. Este privilegiado pescador que foi escolhido por Jesus para pescar homens, era filho de Zebedeu e Salomé e tinha como irmão o apóstolo São João Evangelista.
Quando olhamos com atenção para o Evangelho, podemos perceber que Jesus possuía dentre os apóstolos aqueles escolhidos como testemunhas de acontecimentos especiais na vida do Salvador. São Tiago era um destes agraciados, pois o encontramos na ressurreição da filha de Jairo, na Transfiguração e no Horto das Oliveira ao lado de São Pedro e São João.
São Tiago Maior ao acolher o chamado do Cristo, aceitou também entrar num sério processo de santificação, pois nem sempre sabia reagir pelo Espírito Santo à dureza de coração dos que não se abriam ao Evangelho: " Vendo isso, os discípulos Tiago e João disseram: 'Senhor, queres que digamos que o fogo caia do céu e os consuma ?'. Mas Jesus, voltando-se, os repreendeu" ( Lc 9,54). De tal maneira o coração de Tiago Maior foi trabalhado pela Graça do Espírito Santo, que no Livro do Atos dos Apóstolos ao se referir pela última vez da sua pessoa, podemos encontrar a sua doação total ao Evangelho, concretizada no martírio que sofreu no ano 42 por parte de Herodes.
São Tiago Maior...rogai por nós!


Fonte:http:/www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h07
::
:: Enviar esta mensagem

Ame agora pra não se arrepender depois

Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu veria você dormir, aconchegaria você mais apertado e rogaria ao senhor que protegesse você.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que veria você sair pela porta, abraçaria, beijaria você, e chamaria de volta para abraçar e beijar uma vez mais.

Se eu soubesse que essa seria a última vez que ouviria sua voz em oração, filmaria cada gesto, cada palavra sua, para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia.

Se eu soubesse que essa seria a última vez, gastaria um minuto extra ou dois, para parar e dizer:

EU TE AMO! Ao invés de assumir que você já sabe disso.

Se eu soubesse que essa seria a última vez, estaria ao seu lado, partilhando do seu dia, ao invés de pensar: "Bem, tenho certeza que outras oportunidades virão, então eu posso deixarpassar esse dia."

É claro que haverá um amanhã para se fazer uma revisão e nós teríamos uma segunda chance para fazer as coisas de maneira correta.

É claro que haverá outro dia para dizermos um para o outro: "EU TE AMO, E certamente haverá uma nova chance de dizermos um para o outro: "Posso te ajudar em alguma coisa? Mas no caso de eu estar errado, e hoje ser o último dia que temos, Eu gostaria de dizer : O QUANTO EU AMO VOCÊ,

E espero que nunca esqueçamos disso.

O dia de amanhã não esta prometido para ninguém, jovem ou velho, E hoje pode ser sua última chance de segurar bem apertado, a mão da pessoaque você ama. Se você está esperando pelo amanhã, porque não fazer hoje?

Porque se o amanhã não vier, você com certeza se arrependerá pelo resto de sua vida de não ter gasto aquele tempo extra num sorriso, num abraço, num beijo.

Porque você estava "muito ocupado" para dar para aquela pessoa, aquilo que acabou sendo o último desejo que ela queria. Então, abrace seu amado, a sua amada HOJE. Bem apertado. Sussurre nos seus ouvidos, dizendo o quanto o ama e o quanto o quer junto devocê. Gaste um tempo para dizer:

"Me desculpe", "Por favor","Me perdoe","Obrigado", ou ainda: "Não foi nada", "Está tudo bem". Porque, se o amanhã jamais chegar, você não terá que se arrepender pelo dia de hoje.

Pois o passado não volta, e o futuro talvez não chegue.


Convido você a ler e reler este texto, meditando em cada palavra.

Sem dúvida, é uma lição de vida! Que sirva de conversão e motivação para todos nós.

Se puder, divulgue, passe para frente. Façamos como nos ensina o filme "A corrente do bem". (passar o bem adiante).

E o mais importante: que cada um de nós peça a Deus a graça de dar o primeiro passo para amar, para amar, para perdoar e para fazer o outro feliz! Lembrando que amanhã pode ser tarde!


Por:Eliana Ribeiro


Veja mais:
A raiz do pecado

Não quero ser perfeito

Descerá sobre vós o Espírito Santo

Vem, Espírito Santo!

O seu casamento é um presente de Deus para você

De onde vêm as notas musicais?

A raiz do pecado

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h52
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Nossa fé move montanhas!
A mulher hemorroíssa tocou nas vestes de Jesus levada por sua fé. E o Senhor declarou: "Filha, tua fé te salvou, vai em paz e sê curada do teu mal" (Marcos 5:34b). Ela provavelmente se sentia indigna, se sentia assim até mesmo diante de Deus. As pessoas costumam se sentir assim quando têm ou passam por algum problema. Em nosso meio, existe uma multidão que se sente dessa forma. Porém tais sentimentos fazem muito mal para a alma, pois nos distanciamos de Deus. Por isso, devemos lutar, rezar e buscar ajuda espiritual para nos abrir à graça divina e aos dons do Espírito Santo.
Jesus quer que saiamos, a partir de hoje, com esta Palavra viva e realizada em nossas vidas. Quer que creiamos que Ele nos abençoa, cura, salva e liberta, e que ninguém vai ficar de fora das graças dEle, basta que tenhamos fé.
Deixe-me dizer uma coisa muito importante: Aqui, na Canção Nova, Deus quis que nós vivêssemos situações que muitas pessoas vivem, inclusive o câncer. A Eliana Sá, que conduz o Terço da Divina Misericórdia diariamente às 15h, teve câncer e lutou muito e com a graça de Deus e os tratamentos médicos o venceu. A Heloísa da mesma forma, também consagrada da Comunidade Canção Nova, enfrentou uma luta enorme contra o câncer. E agora, a Glória Amaral, que está todas as manhãs no programa "Manhã Viva", também está enfrentando o mesmo problema. Deus quer nos mostrar com isso que Ele continua o mesmo desde o princípio de tudo e que tudo pode ser mudado pela força da oração. Obedecemos aos médicos, fazemos tudo direitinho, mas rezando, muita gente rezando, a vitória vem.
O nosso Deus é um Deus misericordioso! É um Deus que é Pai, que tudo pode transformar e realizar. Nós cremos nisso!
Seu irmão, Padre Jonas Abib


O medo não pode ter a última palavra na sua vida
Não permita mais que o medo e a insegurança determinem o ritmo da sua vida. É hora de romper com estes sentimentos e pedir ao Senhor um espírito de coragem, para que os acontecimentos da vida não o levem ao desânimo. Nós temos em nós a força para superar as dificuldades e os obstáculos e permanecermos firmes, sem nos deixar arrastar pela tristeza, pela depressão, pelo medo e tantos outros sentimentos que nos prendem.

O próprio Senhor, na Sua Palavra, vai nos dizer:
"Pois o que Deus nos concedeu não é um espírito de medo, mas um espírito de fortaleza, de amor e domínio de si" (II Tim 1,7). O medo é a arma que o demônio utiliza para aprisionar os filhos de Deus e minar a sua esperança, porque quem vive com medo, vive pela metade. Se você se encontrar nesta situação, renuncie ao medo e assuma Jesus como seu único Senhor.
"Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância" (Jo 10,10b)

O medo não vem de Deus, por isso você não deve cultivá-lo. Acabe com os pensamentos de medo, porque todos os nossos temores se realizam. Deus quer que cultivemos pensamentos e sentimentos positivos.
Encontramos na Bíblia mais de trezentas vezes, do Antigo ao Novo Testamento, esta ordem de Deus para nós: "Não temas!" Peçamos ao Senhor, hoje, um espírito de coragem, de fortaleza, para resistirmos às lutas que surgirão ao longo deste dia.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Tenho vontade de desistir! Quem poderá me ajudar?
Vou lhe dar algumas dicas, mas, acima de tudo, "desdramatize" o que você vive! Você vai precisar se ajudar! Reveja suas metas e conte-as para uma pessoa que seja de sua confiança. Vai ser muito importante colocar-se em dia com seus planos.
Mas converse com quem realmente pode compreender o que você passa. Nesta conversa, decida os novos passos que você precisa precisa dar!
Depois, reze e o faça com esperança! Compreenda que Deus domina todas as coisas, especialmente você! Logo em seguida, caminhe dando um passo adiante do outro! Você precisa sentir-se num caminho para experimentar um sentido em sua vida!
Lembre-se: "desdramatize", converse com quem pode entendê-lo, reze com esperança, refaça metas e caminhe!
Nunca pare no sentimento da desistência! Isso pode ser fatal!
Valei-nos, São José!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http:/www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h37
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 12,46-50)
Naquele tempo, enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele.
Alguém disse a Jesus: "Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo".
Jesus perguntou àquele que tinha falado: "Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?"
E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: "Eis minha mãe e meus irmãos.
Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:São Cristovão
Este Santo muito solicitado nas viagens por ser patrono dos motoristas, é muito amado em toda a Igreja, tanto no Ocidente como Oriente, e embora seu dia seja amanhã vamos nos dedicar a sua pessoa hoje, pois celebraremos no dia 25 a Festa de um dos Apóstolo. São Cristovão foi alvo de muitas lendas, porém tudo indica que tenha vivido o significado do seu novo nome, Cristovão: ou seja: "portador de Cristo".
Nascido na Palestina e feito mártir no ano de 250 na Lícia, cresceu Cristovão no meio pagão e devido a vantajosa altura e força entregou-se ao serviço militar, porém com uma resalva: somente serviria o soberano mais poderoso. Nas suas buscas do maior, mudou de muitos donos, quando se deparou e passou a servir um rei que era considerado o maior, contudo o abandonou pois este temia a um tal Satanás; e mais longe foi ao encontrar O Soberano, O Maior do que todos, tanto assim que o próprio Malvado fugia do trono de sua Cruz.
Quando Cristovão procurou servir o Rei dos reis, providencialmente foi intruído por um cristão eremita, que indicou-lhe o caminho da oração, meditação da Palavra e penitência; Cristovão vendo toda sua dificuldade para este tipo de prática, abraçou o conselho de servir um povo pela caridade, já que agradecidos rezariam por ele. O serviço era concreto, pois teria de usar toda sua altura e fortaleza para atravessar as pessoas de uma margem a outra, e isto fazia com facilidade, quando de repente tomou nos ombros um leve menino o qual começou a pesar tanto que se o gigante de Deus precisou apoiar-se num cajado para atravessá-lo. A partir deste fato mudou seu nome para Cristovão, pois ao suspirar quanto ao peso que parecia o Mundo, ouviu do menino sorridente: " Muito mais do que o mundo inteiro: tu carregaste o Senhor do Mundo. Sou Jesus a quem tu serves ".
São Cristovão...rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h28
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Decidamo-nos pelo bem e pela vida
Fala-se muito em conquistar a liberdade nos dias de hoje. A Palavra de Deus nos diz: "Se Cristo nos libertar, seremos verdadeiramente livres" (João 8,36). A verdadeira liberdade consiste na capacidade de buscar a prática do bem. É a capacidade do homem de fazer a escolha e a tomada de decisão pela vida.
Deus nos convida, no dia de hoje, em todos os momentos, a nos decidirmos sempre pelo bem: praticando, pensando, desejando e falando bem de todos. A escolha pelo bem significa renunciar a todas as forças de morte dentro de nós e dos demais. Significa querer e fazer o bem para todas as pessoas, inclusive àquelas que não nos querem bem.
A busca do bem nos leva a uma maior intimidade com Deus, pois os amigos de Deus são homens de paz. Com isso, não quero dizer que vamos deixar de sofrer ou viver alienados, mas sim, mudar nosso modo de ver a vida, as pessoas e a realidade que nos cercam. Para isso, o próprio Jesus vem em nosso socorro cumprindo aquilo que Ele mesmo nos prometeu no Evangelho: "Vinde a mim, vós todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve" (Mateus 11,28-30).
Permita que através da decisão de praticar o bem, Deus traga paz, alegria, fé e amor ao seu coração.
Seu irmão, Padre Jonas Abib


O céu hoje está diferente de ontem
Não sei se você tem o costume de olhar para o céu a cada manhã que desperta, mas se você prestar atenção, vai perceber que a cada dia o céu está de um jeito; com um cenário diferente que Deus prepara para nos acolher, e falar desde cedo ao nosso coração. Diante de tanto carinho, só podemos retribuir louvando e agradecendo ao Senhor.
"Ao Senhor quero cantar, pois fez brilhar a sua glória: precipitou no Mar Vermelho o cavalo e o cavaleiro! O Senhor é a minha força, é a razão do meu cantar, pois foi Ele neste dia para mim libertação! Ele é meu Deus e o louvarei, Deus de meu pai e o honrarei" (Ex 15, 1-2).
Vamos fazer hoje a experiência de cantar a vida, mesmo que ela se apresente como não gostaríamos? Assumamos uma atitude de louvor, porque esta é a linguagem dos filhos de Deus.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago



Por que me angustio sem razão?
Eu sei que nem sempre a gente compreende isso muito bem, porque alguns sentimentos negativos – como a angústia – nos assaltam sabe lá de onde!
Ficar atento aos compromissos firmados é muito importante! O estresse de não terminar algo é enorme!
Quem sabe hoje seja o dia de rever sua lista de prioridades, confirmar o que será levado adiante, retirar o que achou que fosse importante, e cumprir com o que deve ser feito! Tem gente que pensa que isso é bobagem!
Quem não pensa assim, poderá, de uma forma tão simples, ter mais tempo para ser feliz!
Experimente e depois me conte o resultado!
Valei-nos, São José!
Com carinho e orações, Seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:MENSAGENS


Veja mais:
A alegria do Senhor é a minha força

Tiremos as máscaras diante de Deus

A importância da disciplina na adolescência

Escolha a forma de homenagear seus amigos

Nulidade matrimonial e casamento de segunda união?

Eu creio na santidade da Igreja

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 11h21
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 12,38-42)
Naquele tempo, alguns mestres da Lei e fariseus disseram a Jesus: "Mestre, queremos ver um sinal realizado por ti".
Jesus respondeu-lhes: "Uma geração má e adúltera busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas.
Com efeito, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim também o Filho do Homem estará três dias e três noites no seio da terra.
No dia do juízo, os habitantes de Nínive se levantarão contra essa geração e a condenarão, porque se converteram diante da pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas.
No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra essa geração e a condenará, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hohe celebramos:Santa Brígida
Com contentamento, celbramos, hoje, com o testemunho de santidade de uma grande mística que enriqueceu o mundo com sua devoção à Paixão de Noss Senhor Jesus Cristo, à Eucaristia, a Maria Santíssima e ao Coração de Jesus. Santa Brígida nasceu na Suécia, numa nobre família em 1302 e ao ficar órfã de mãe foi educada por uma parenta próxima.
Brígida, como pedia o costume da época, foi dada em casamento e assim passou a viver com o príncipe Ulfo que ficava entregue ao jogo e à luxuria, até ser atingido pelo testemunho de santidade da esposa. Juntos tiveram oito filhos e os educaram segundo a fé em Nosso Senhor e na Santa Igreja Católica, e antes de tudo, buscavam de Deus como casal, fazendo romarias e práticas de piedade.
Quando Brígida tinha apenas 32 anos seu esposo morreu, e assim, ela, que já havia fundado um hospital e nele servia aos enfermos, pôde se entregar totalmente no cuidados dos doentes e pobres; contudo, sem deixar a educação dos filhos. Mulher de longas adorações noturnas ao Santíssimo Sacramento, Santa Brígida, inspirada pelo Espírito Santo, fundou um Ordem feminina e outra masculina. Consagrou-se na vida religiosa, e em meio a sofrimentos e inspirações reveladoras do próprio Jesus, aprofundou-se no Mistério do Cristo Crucificado, até que mergulhasse definitivamente neste mistério, quando em Roma, aos 71 anos, entrou na Eternidade.
Santa Brígida, rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h23
::
:: Enviar esta mensagem

Nada me falta! - A oração dirigida nos ajuda a buscar a intimidade com Deus
Durante muito tempo, utilizei na minha oração cotidiana as seguintes palavras:

"O Senhor é meu pastor. Nada me falta. Em verdes pastagens me faz repousar; para a fonte tranqüila me conduz e restaura minhas forças" (Salmo 23:1-3a)
Rezava com essas palavras pela manhã, procurando estar concentrada apenas no que estava dizendo. Depois, as dizia, em vários momentos do dia, durante minha jornada de trabalho, em meio ao corre-corre, para lá e para cá.
Às vezes, elas [palavras] pareciam contrastantes, pois à minha volta, o cenário parecia muito diferente: ruas intransitáveis, pessoas apressadas, lugares tristes e pesados, mas eu continuava a proclamar: O Senhor é meu pastor (...) e ia permitindo que essas palavras penetrassem o meu interior e tomassem conta de mim. Assim, eu ia experimentando este "pastoreio", que apesar das ruas congestionadas, do vai-e-vem das pessoas apressadas e dos lugares tristes não me contam a verdadeira história do que eu sou.
Não pertenço a este mundo materializado, nem mesmo aos poderes que o governam. Eu sou do meu Pastor, Ele me conduz, por isso nada me falta. Ele me leva para a fonte tranqüila e restaura as minhas forças. Na presença do Senhor não existe mais nada que eu queira. De fato, Ele me dá o descanso por que meu coração anseia e me tira de toda a escuridão da depressão.
É bom saber que milhares de pessoas vêm utilizando essas palavras desse Salmo durante séculos e nelas encontram descanso e consolo. Não estou sozinha, muitos em algum momento de suas vidas, tiveram a mesma experiência que eu ao ler e rezar assim. Tantos homens e mulheres fizeram destes versículos sua oração mais íntima com o Pastor de suas vidas, e eu, agora, posso neste tempo, unir-me a elas na certeza de que estas palavras continuarão a ser recitadas por todos os séculos.


Por:Simoni Cavazanni - Missionária da Comunidade Canção Nova há quase 13 anos.


Fonte:Formação


Veja mais:
Vaticano instala webcam em tumba de João Paulo II

Mensagem aos participantes do XXVI Congresso da RCC

Estamos nas mãos de Deus

Uma geração que ame a Bíblia

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h35
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Eucaristia, o alimento da vida eterna
"A Eucaristia edifica a Igreja e a Igreja faz a Eucaristia" (n. 26), assim escrevo, observando como a missão da Igreja se coloca em continuidade com a de Cristo (cf. Jo 20,21), e como, da comunhão com o seu Corpo e com o seu Sangue, extrai vigor espiritual. A finalidade da Eucaristia é exatamente "a comunhão dos homens com Cristo e, Nele, com o Pai e com o Espírito Santo" (Ecclesia de Eucharistia, 22).
Nosso Senhor Jesus Cristo deve ser conhecido, amado, imitado e adorado por todos. Para vivermos o mistério da Eucaristia profunda e intimamente é necessário «consumir tempo em adoração diante do Santíssimo Sacramento, experiência que eu mesmo faço todos os dias tirando daí força, consolação e sustento» (cf. Ecclesia de Eucharistia, 25), afirma João Paulo II.
Como o saudoso Santo Padre o fez, eu também posso afirmar que a Eucaristia é o meu sustento, dela tiro forças e me vem o consolo necessário nas tribulações e as respostas para muitas interrogações. A Eucaristia adorada é direção para todo o meu dia.
Faça da Eucaristia o seu alimento diário, o sustento para a sua alma. Viva intensamente este encontro com Aquele que é o alimento da vida eterna.
Cada um de nós tem um coração de adorador, que precisa ser trabalhado para crescer no dom da adoração. E por ser dom, é preciso, em primeiro lugar, pedi-lo ao Senhor e acolhê-lo [dom]. É um exercício, contínuo e freqüente, que deve ser feito todos os dias, se possível. É um trato de fidelidade, amor e sinceridade com Deus. É um desejo de também demonstrar a Ele todo o nosso amor, mesmo quando não temos vontade de fazê-lo [adorar]. Quando se luta, a indisposição vai sumindo pouco a pouco e, quando menos esperarmos, veremos que estamos O adorando.
Seu irmão, Padre Jonas Abib


Por que ainda me preocupo tanto?
Parece que a vida nos ensinou que a preocupação resolve alguma coisa, quando, na verdade, de nada serve e ninguém pode dizer que se preocupando viveu melhor. É preciso, decididamente, exercitar-se numa forma evangélica de viver!
O que fazer?
Que tal trocar pensamentos de preocupação por agradecimentos sobre aquilo que está dando certo?! Será um exercício maravilhoso e seus efeitos vão aparecer imediatamente, se você se exercitar.
Assim que puder, conte-me os frutos que colheu!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h26
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 12,1-8)
Naquele tempo, Jesus passou no meio de uma plantação num dia de sábado. Seus discípulos tinham fome e começaram a apanhar espigas para comer.
Vendo isso, os fariseus disseram-lhe: "Olha, os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido fazer em dia de sábado!"
Jesus respondeu-lhes: "Nunca lestes o que fez Davi, quando ele e seus companheiros sentiram fome? Como entrou na casa de Deus e todos comeram os pães da oferenda que nem a ele nem aos seus companheiros era permitido comer, mas unicamente aos sacerdotes? Ou nunca lestes na Lei, que em dia de sábado, no Templo, os sacerdotes violam o sábado sem contrair culpa alguma?
Ora, eu vos digo: aqui está quem é maior do que o Templo. Se tivésseis compreendido o que significa: 'Quero a misericórdia e não o sacrifício', não teríeis condenado os inocentes. De fato, o Filho do Homem é senhor do sábado".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:Santo Aurélio
A Igreja da África, durante 392 até 429, foi agraciada com o governo santo do primeiro bispo de Cartago, que santificou-se tornando seu povo também santo. Santo Aurélio nasceu no século IV e desde diácono se destacava pela caridade, zelo e pureza de vida e culto da Liturgia.
O grande Aurélio, esteve como bispo responsável por toda uma região, e, todos o chamavam - por respeito - de "Santo Papa Aurélio". Não possuía grandes dotes intelectuais, porém, na Providência Divina, tinha grande amizade com o sábio e bispo de Hipona: Santo Agostinho. Unido ao Doutor da Graça, pôde combater a auto-suficiência do Pelagianismo e outras heresias que encontraram a condenação no seu tempo.
Muito do que sabemos, hoje, de Santo Aurélio, foi o próprio Santo Agostinho quem informou, pois este admirava a prudência, piedade e humildade deste pastor e pai, que tudo fazia pela salvação das almas e pureza da Doutrina cristã. Santo Aurélio passou da Igreja militante, para a Celeste pouco tempo antes de Santo Agostinho, isto em 429.
Santo Aurélio, rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h22
::
:: Enviar esta mensagem

Frases para reflexão

"A Santidade é a verdadeira revolução que pode promover a autentica reforma da Igreja e da sociedade". (Papa bento XVI)

"Sei muito bem que o mundo ri da mortificação dos olhos: mas sei também que os jovens que não a praticam, dificilmente podem conservar-se puros".(São Domingos Sávio)

"O prazer egoista leva a morte, o sacrificio leva a vida".

"Algumas derrotas preparam-nos para grandes vitórias"

"Tu não desejas tanto o perdão dos teus pecados, qaunto Deus deseja perdoar-te". (São João Crisóstomo)

"Perdoar é uma decisão um ato de amor".

"Os fracos nunca podem perdoar".

"Quando tomamos consciência de que somos pecadores e que temos necessidade de perdão, é facil perdoar os outros". (Madre Teresa de Calcutá)

"Perdoar é um ato de amor que agrada o coração de Deus".

"Amar é perdoar, perdoar é também renunciar, vejam como Jesus amou, dando sua vida na Cruz".

"É pela oração que os santos se tornam santos".(Santo Afonso Maria de Ligório)

"Um dia sem oração é como um céu sem sol e um jardim sem flores". (João XXIII)

"Pequeno é aquele que odeia os grandes, grande é aquele que ama os pequenos". (Santa Terezinha do Menino Jesus)

"A comida não é tão indispensavel ao corpo como a oração a alma"

"Sem oração não se pode conservar a vida da alma" (Santo Agostinho)

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h47
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


O exercício do perdão amolece nosso coração
"Quando tu estiverdes levando a tua oferta para o altar, e ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta" (Mateus 5,23-24).
O Senhor nos ensina, por meio dessa passagem, que a reconciliação com nosso irmão é mais importante do que o sacrifício que vamos ofertar no altar. Porque todos nós erramos e pecamos, temos sempre de pedir e conceder o perdão, reconciliando-nos com o próximo.
O exercício do perdão amolece tanto o nosso coração como o do outro. No entanto, muitas vezes, nosso orgulho não nos deixa o buscar nem o [perdão] conceder. É por isso que hoje nós precisamos pedir do fundo do coração: "Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso".
Só o Espírito Santo pode nos ajudar nessa tarefa. Nós precisamos d'Ele para ser transformados, e dessa forma, transformar o ambiente em que estamos inseridos. Nós, cristãos, fomos chamados para fazer a diferença onde quer que estejamos sendo luz e sal do mundo como nossas palavras, ações e, sobretudo, testemunho de vida.
Seu irmão, Padre Jonas Abib


O Senhor ama os pequenos de coração
"É melhor buscar refúgio no Senhor, do que pôr no ser humano a esperança; é melhor buscar refúgio no Senhor, do que contar com os poderosos deste mundo!" (Salmo 117,8-9).
Meus amados irmãos, não há nada mais importante na nossa vida, do que esperarmos sempre no Senhor, e cultivarmos o conhecimento da vontade d'Ele a nosso respeito, a qual se revela lentamente, dia a dia, passo a passo, na nossa jornada de filhos de Deus.
Em meio aos sofrimentos da vida, na nossa vulnerabilidade e incapacidade de superá-los, o próprio Senhor é quem deseja ser o nosso sustento, o nosso refúgio. Quem for pobre e humilde, consciente da própria insegurança e instabilidade, achará sólido apoio n'Ele.
"Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes e vos tornartes para mim o Salvador" (Salmo 117, 21)
O Senhor nos ama como somos, com nossa humanidade frágil e debilitada. Ele ama os pequenos de coração. Ele quer ser a nossa rocha (Mateus 7,24), e a Palavra d'Ele, luz e esperança para os nossos dias!
"Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, ó Senhor, dai-nos também prosperidade" (Salmo 117,25).
Coloque hoje a sua angústia, a sua dor, os sofrimentos e as preocupações diante de Jesus, porque os que clamam o nome do Senhor não ficam desamparados!
"Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!" (Salmo 117,27a)
Digamos juntos: Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Por que Deus permite um desastre assim?
Quando meu pai suicidou-se, em janeiro de 97, quase enlouqueci, perplexo diante de tanta dor e mistério. Sabia que não podia culpar a Deus; meu pai havia ido até o fim do poço e não conseguiu retornar.
Deus poderia evitar seu suicídio? Claro que sim! Mas precisaria de sua permissão para isso! Nada mais assustador do que a liberdade que o homem possui!
Também fui aprendendo que Deus é Amor e, por ser esta a essência d'Ele, não pode permitir nem se valer de mal algum para fazer o bem a quem quer que seja. Por isso, a dor é um mistério que a gente vai passar a vida aprendendo a viver.
A pergunta de hoje é muito difícil, e não pretendo respondê-la de forma conclusiva! Quero meditar e rezar com você!
A natureza, assim como a vida, possui uma ordem disposta por Deus desde sempre e, com ela, Deus deu ao homem capacidade para conduzi-la com sabedoria.
No Japão, por exemplo, quando acontecem terremotos, morrem menos pessoas do que o acidente poderia provocar, porque o japonês sabe prevenir-se usando a sabedoria que Deus lhe emprestou. Por um outro lado, no Irã, os terremotos matam centenas ou milhares de pessoas. Por que será?
Diante da imprevidência do homem, não se pode culpar a Deus.
Ofereço minhas lágrimas e orações pelas famílias e mortos da tragédia em Congonhas!
Valei-nos, São José!
Com carinho, pesar e orações, Seu irmão, Ricardo Sá.


Diferenciar aridez de ressentimento
Eis o que Deus fala a você em: Lucas 20,20-26.
Não podemos dizer que com os nossos ressentimentos estamos passando por "noites escuras" ou por aridez em nossas vidas.
Essas "noites escuras" são para aqueles que estão passando pelo caminho da santidade, que estão galgando este caminho de aridez. Já estão buscando a santidade e estão bem adiantados neste processo.
Mas o que nos acontece, muitas vezes, não é aridez nem "noites escuras", mas sim, ressentimentos e falta de perdão. Olhar as pessoas que nos magoaram pela vida e ter a capacidade de rezar por elas, reconhecendo que, muitas vezes, fazemos as mesmas coisas feitas por elas, que somos pecadores e que precisamos ser humildes.
Então, mascaramos os nossos ressentimentos com as desculpas de aridez. Mas, hoje, temos a certeza de que não podemos mais mascará-los, porque agora sabemos diferenciar "noite escura" de mágoa e ressentimento.


Parar não, desistir jamais
A cada instante de nossa vida nos deparamos com situações que precisam ser superadas. É uma loucura. Vários medos, temores, situações... Nossa! Caramba! Quanta coisa! São muitas as situações que nos aparecem. Mas como superá-las? Como vencê-las?
É uma aventura, uma loucura! Mas muito fera, um desafio a cada dia!
A cada momento, uma oportunidade de dar respostas! Sempre podemos escolher! Nossas escolhas dizem quem somos. Somos livres para escolher.
Por isso, superar, não desanimar nem desistir nunca! Somos jovens, a cada obstáculo nos sentimos impelidos a enfrentá-lo. Só podemos superá-los com Deus! É d'Ele que vem nossa força. Ele nos impulsiona em cada momento a dar a volta por cima e recomeçar!
A cada novo dia, como diz um amigo meu, Diego Fernandes, recebemos uma folha em branco para reescrever uma nova história. Para que o medo? Diga-me, para que, se somos chamados à felicidade?
Por isso superar, superar sempre! Há um tempo que nos espera: Felicidade!
Quais são seus medos?
Quais seus limites?
Quais suas dúvidas?
Deixe Deus ser Deus e caminhe na "SUPER Ação".
Tamu junto!
Ah! e já estava esquecendo: Parar não, desistir jamais!

Adriano Gonçalves


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h42
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia e Santo do dia


Evangelho (Mateus 11,28-30)
Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: "Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso.
Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:São Símaco
Neste dia celebramos um santo Papa que enfrentou um período da história em que a Igreja sofria com pressões internas e externas, embora as portas do inferno não prevalecessem. Símaco nasceu na ilha da Sardenha no século V e depois de pertencer ao clero romano foi eleito em 498 para sucessor da Cátedra de Pedro, e assim governou a Igreja por 16 anos até entrar no Céu em 514.
No tempo de Símaco muitas famílias tradicionais de Roma, como o Senado buscavam de todas as formas influenciar na ação da Igreja, trazendo assim muitos prejuízos; isto perdurou por um tempo até levantar-se Símaco. O Santo Papa combateu e venceu estes "invasores", recuperando assim a total liberdade da Igreja, na sua organização e disciplina.
Com a queda do Império Romano e invasão dos Vãndalos, godos , visigodos e lomgobardos, que começavam a dominar o Ocidente, São Símaco ,na ousadia, entrou nas intrigas sociais e políticas, para assim tomar partido da paz e harmonia e não de algum dos lados. Na função eficiente de pai comum suscitou a inveja do imperador do Oriente que começou a perseguir os cristãos; em resposta e esta atitude corrigiu Símaco: " Lança um olhar, ó Imperador, a tantos príncipes que perseguiram a Igreja e vê como todos eles tiveram triste fim, ao passo que a Igreja perseguida continua com tanto mais glória, quanto mais violenta lhe foi a perseguição".
São Símaco...rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h33
::
:: Enviar esta mensagem

A Igreja que Cristou fundou

Não se pode entender a surpresa da imprensa e de vários articulistas por ter a Congregação da Doutrina da Fé afirmado, em documento oficial, que a Igreja Católica é a verdadeira e única igreja de Cristo. Assusta-nos que até um professor de Sociologia da USP, no Mais da F.S.P. (15.VII.07), apesar de ter estudado teologia em Roma, escreve agressivo artigo contra o documento recém-publicado.
Esta afirmação da unicidade da Igreja de Cristo ora repetida, já se encontra em Orígenes (morto em 253), quando faz a comparação da Igreja que salva com os israelitas que Raab escondera em sua casa e assim se salvaram. O mesmo repete São Cipriano de Cartago (nascido em 210), que o 4º Concílio de Latrão em 1215 canoniza: Não há salvação fora desta Igreja. Mais tarde, em 1854, Pio IX, citando a frase de Cipriano, acrescenta que os que não conhecem a Igreja por ignorância invencível estão isentos de culpa, portanto podem salvar-se.
Menos longe de nós, na encíclica Mystici Corporis (nº 103) Pio XII lembra: os de retidão natural, que desconhecem a Igreja de Cristo, mas na sua consciência têm o desejo inconsciente de fazer o que deles Deus deseja, não podem ser excluídos da salvação. São milhões de gentios aos quais a notícia do Evangelho ainda não atingiu. Eles vivem a lei natural conforme seus ritos e tradições, estando pois incluídos nesta categoria. Por isto a misericórdia paterna de Deus os acolhe, como se estivessem na Igreja.
Quanto à unicidade da Igreja de Cristo, os que conhecem o Evangelho não podem ter dificuldade de aceitar. Em Mateus (16,18) Cristo promete fundar a sua Igreja (singular) na rocha, que é Pedro (Képhas). Promete-lhe as chaves do seu reino, chaves que, no costume antigo, ficavam pendentes do ombro da autoridade, como se lê no Velho Testamento (Isaías 22,22). As portas do inferno, (isto é, o poder do mal) não podem prevalecer contra ela. Note-se que o verbo grego de Mateus Katischyo (traduzido por prevalecer) significa tomar pela força.
Em João, 21,15-18, Jesus que se apresentara como o único pastor, entrega a Pedro o rebanho todo, após a sua tríplice confissão de amor: os cordeiros, as ovelhas e (conforme manuscrito antigo citado por A. Merk) as ovelhinhas. O rebanho de bom Pastor, que é Jesus, é entregue a Pedro, o primeiro Papa.
Diante destes textos, fica-nos a meridiana certeza da unicidade da Igreja de Cristo, que tem Pedro como chefe. Por isto o esforço hodierno do ecumenismo, isto é, do diálogo franco, fraterno e respeitoso com as várias ramificações que sofreu, no correr dos séculos, o cristianismo. Este esforço mútuo visa conseguir, por graça divina, que voltem todos à casa paterna de onde saíram para que haja um só rebanho e um só pastor.

* Membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro.


Fonte:CNBB


Veja mais:
Remédio para nossa fraqueza - Eucaristia é o próprio Senhor, que vem a nós na forma de alimento

O lugar privilegiado - Eucaristia: para inserir o dia-a-dia no tempo de D

Eucaristia segundo o Catecismo

O mesmo povo que se unia para torcer, agora se une para rezar!

Deus não tem culpa

Papa reza por vítimas de acidente da TAM

Vamos orar pelas dívidas!

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h00
::
:: Enviar esta mensagem

Namoro santo. Isto é possível? - Para amar é preciso conhecer...

O namoro é um tempo de descoberta entre homem e mulher, quando ambos percorrem um caminho de conhecimento, descobrindo a essência um do outro. Porém, é preciso buscar com afinco o pleno conhecimento da outra pessoa, sabendo que Deus os quer puros em seus pensamentos, atitudes e palavras. Foi o que aconteceu com dois jovens que a palavra de Deus retrata com tanta eloqüência: Sara e Tobias.

Sara era uma moça sábia, corajosa e muito bonita. Seu coração estava voltado para o Senhor. Filha de pais santos, buscava encontrar aquele que Deus reservara para ser o seu esposo.

Tobias era um jovem temente a Deus, que buscava realizar tão somente a vontade do Pai. Casto e obediente, não buscava um outro prazer a não ser estar unido espiritualmente a sua esposa; aquela que o Senhor reservara para ser sempre sua. O Céu se preocupava com a união de Sara e Tobias...

Quando estiveres para te unir a ela, antes levantai-vos ambos e suplicai ao Senhor do céu para que vos seja concedida misericórdia e saúde(Tob 6, 18).

Esta linda história não está escrita nos contos, nem nos romances, nem nos filmes de ficção, nos quais tudo já é premeditado, pois jamais ouviríamos alguém falar com tanta perfeição de uma união santa, se não fosse na própria Palavra de Deus e nos livros cristãos que hoje temos a graça de ler e meditar.

Uma vez que o Senhor pede na Sua Palavra, quer que seja vivido. Homem e mulher são chamados a ter um namoro santo, olhando não para lados opostos, e sim, para uma única direção: Deus.

Se um namoro não tem como rocha firme a presença de Deus, não durará por muito tempo e infelizmente, as conseqüências serão gravíssimas.

"Para amar é preciso conhecer, para conhecer é preciso amar".

Por:Maria Rosângela - Comunidade Canção Nova


Fonte:FORMAÇÃO


Veja mais:
Quando o amor bate a nossa porta - Namoro é um tempo de conhecimento mutuo e partilha

Namoro e noivado - Respeito, encantamento mútuo, sonhos e planos

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h55
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Há um lugar que é só seu na humanidade nova
Continuemos preparando o caminho do Senhor para que o Brasil volte a ser a Terra de Santa Cruz. Preparem o caminho do Senhor dentro do seu coração, no coração dos seus filhos. A principal arma para isso é sua própria paternidade e maternidade. Nem sempre você vai conseguir ser 100% como quereria, como Deus o quer, mas o Senhor não desiste de você nem de sua família.
O Rei se aproxima cada vez mais e nós continuamos a ouvir a voz de Deus, que nos convida: Preparai o caminho do Senhor. Há um lugar que é só seu na humanidade nova. E é por isso que todos nós precisamos nos irmanar, unindo-nos cada vez mais na missão a que todos somos chamados: evangelizar.
Para preparar a primeira vinda de Jesus, Deus Pai enviou Abrão, Moisés, Isaías, João Batista, Pedro e Paulo, entre tantos outros homens e mulheres de Deus. Mas, agora, para preparar a segunda e definitiva vinda dEle, o Senhor está enviando um povo de profetas. Ele quer que cumpramos nossa missão, cheios de caridade, paz, esperança e alegria. No entanto, muitos católicos ao ouvirem falar da segunda vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo ficam aterrorizados. Por isso, São Lucas diz: "Quando virdes essas coisas acontecerem, levantai a vossa cabeça a alegrai-vos, pois a vossa libertação se aproxima" (Lc 21,28).
A Carta aos Tessalonicenses também nos pede isso hoje: "Estai sempre alegres!" E diz também: "Afastai-vos de toda espécie de maldade! Que o próprio Deus da paz vos santifique totalmente, e que tudo aquilo que sois espírito, alma, corpo seja conservado sem mancha alguma para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo! Aquele que vos chamou é fiel; Ele mesmo realizará isso" (cf. 1Ts 5,16-24).
Que a santidade de nossas vidas apresse a vinda do Senhor!
Seu irmão, Padre Jonas Abib


A verdade sobre si mesmo
Todos seres humanos criados iguais enquanto pessoas, e complementares enquanto homem e mulher (conf. Gn 1,27), trazem uma verdade, e esta é revelada pelos mandamentos de Deus, o que é uma verdade eterna.
''A vida traz indelevelmente inscrita nela uma verdade sua. O homem, ao acolher o dom de Deus, deve comprometer-se a manter a vida nesta verdade, que lhe é essencial. Desviar-se dela, equivale a condenar-se a si próprio à insignificância e à infelicidade, com a conseqüência de poder tornar-se também uma ameaça para a existência dos outros (...)'' (Evangelium Vitae, 48).
Amar a Deus e ''ao próximo como a ti mesmo'' (Lv 19,18) não consiste em apenas seguir alguns dos mandamentos em favor da vida, mas em observar a Lei do Senhor em toda a sua extensão. Cumprir a vontade de Deus a nosso respeito e obedecer às leis divinas, é encontrar pleno significado para a nossa existência! É reconhecer o amor como fundamental e originária vocação do ser humano.
Conheçamos a verdade sobre nós mesmos, para compreendermos e aceitarmos a verdade do nosso irmão. Digamos sempre a verdade, assumindo-a como uma meta para as nossas ações, libertando-nos, assim, para uma experiência cotidiana do amor a Deus e à vida!
''Que o Evangelho seja o grande critério que guia as opções e os rumos da vossa vida!'' (João Paulo II).
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Será que já decidi quem quero ser?
Há alguns dias, me disseram que a maior covardia que existe é não fazer escolhas. E, é claro, esta afirmação tem me feito meditar um pouco mais sobre a pessoa que tenho decidido me tornar.
Naturalmente, não vou escapulir do centro desta sentença!
Concordo que o mundo tem muitas e enormes forças para me privar do direito de fazer escolhas, de escolher minha estrada e decidir por minha própria consciência. Portanto, rejeito toda e qualquer forma de pressão que ameace minha liberdade, dom de Deus.
Como Madre Teresa, eu proclamo que vou continuar lutando com todas as forças para me transformar, cada vez mais, na pessoa que eu decidi ser!
E você?
Valei-nos, São José!
Com carinho e orações, Seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h43
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 11,25-27)
Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: "Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos.
Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.



Hoje celebramos:São Francisco Solano
Com alegria, celebramos a santidade ousada do missionário que fez pelo Ocidente uma obra comparada àquela feita no Oriente pelo Padroeiro Universal das Missões Católicas, São Francisco Xavier. São Francisco Solano nasceu em 1549 na Espanha; estudou no Colégio Jesuíta e entrou para a família Franciscana e como sacerdote começou a ocupar diversas funções na Ordem.
Aconteceu que devido à necessidade de salvação das almas na América Latina, São Francisco Solano abandonou todos os confortos para enfrentar tempestades, salvar almas em alto-mar até chegar e ser socorrido em Lima, capital do Peru. Ao se dirigir para a missão na tribo dos Tucumám, ao Norte da Argentina, o santo atravessou rochedos dos Andes, pântanos, rios, desertos, florestas e sempre motivado pela realidade de que se muitos percorreram iguais caminhos por causa do ouro, por que não faria o mesmo pelas almas.
Certa vez, ele foi convidado para pregar a funcionários, militares e fazendeiros, e não exitou em anunciar Jesus, mas também em denunciar as injustiças sofridas pelos oprimidos indígenas. Com o dom da humildade, facilidade de aprender outras línguas, alegria espiritual, musicalidade e pregação, São Francisco percorreu Lima, Tucumán, Paraguai e Chile com tão grande ardor que só parou pela obediência aos cargos que teve de assumir em Lima, até entrar no Céu com 61 anos, dizendo como últimas palavras: " Deus seja bendito"!
São Francisco Solano, rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h39
::
:: Enviar esta mensagem

Espera no Senhor! Ele tudo fará!


Medite comigo a letra desta canção!

Espera no Senhor, mesmo quando a vida pedir de ti mais do que podes dar.
E o cansaço já fizer teu passo vacilar.
Espera no Senhor, mesmo se a solidão teu peito machucar,
E te der vontade de ir embora e tudo abandonar,
Espera no Senhor!

Há um Deus que te ama e Ele tudo pode transformar,
Seu amor te sustentará. Espera nele e Ele tudo fará, tudo fará!


Espera no Senhor, mesmo se o coração angustiado está,
Por ver alguém que amas longe do Senhor andar.
Espera no Senhor mesmo que suas promessas demorem a se cumprir
E a vontade dele seja sacrifício para ti, Espera no Senhor!

Há um Deus que te ama e Ele tudo pode transformar.
Seu amor te sustentará. Espera nele e Ele tudo fará, tudo fará!


_________________________________________

Não apenas canto esta música ESPERA NOS SENHOR mas a vivo como um grande desafio e como um ato de fé. Sabemos que não é fácil esperar. Porém, precisamos treinar o nosso coração a depender de Deus e a nele esperar.

Hoje, independente do que você esteja vivendo, assim como nosso pai fundador, padre Jonas, nos diz aqui na Canção Nova: "Agüenta firme, meu filho, agüenta firme minha filha"! Eu, Eliana Ribeiro, quero dizer a você: "Espera no Senhor, meu irmão, espera no Senhor minha irmã"!

Não deixe as tentações, os sofrimentos e todos os problemas que você tem vivido, tirar a sua paz e fazer com que você desanime. Não, por favor! E não viva nada sozinho! Busque ajuda, procure alguém para partilhar e rezar por você. Não caia na tentação de pensar que Deus não está vendo o que você vive ou que ele tem sido indiferente à sua dor.

Como nas pegadas na areia, poema tão famoso, é o que ele está fazendo conosco. Se você se sente só, só vê um par de pegadas ao olhar para trás é porque o Pai do céu está te carregando. Pode ser que agora você não perceba e nem sinta, mas ele está. Deixa Deus te carregar no colo!

Deixa ele assumir a direção!

Hoje, neste dia e neste exato momento Deus quer te visitar! Abra o seu coração para ele e se entregue! Fale de tudo aquilo que está dentro de você, tudo o que tem te angustiado. Coloque tudo nas mãos do Senhor e dê liberdade para Ele agir.

Deus sabe o que é melhor para você!

O que você tem esperado no Senhor?

Você crê que Ele tudo pode?

Estou unida a você!

Um abraço!

Eliana Ribeiro


Fonte:Blog Eliana Ribeiro


Veja mais:
Padre Pio e a Santa Missa

Contemplar o rosto de Cristo!

Fé: A diferença entre o falar e o agir

A Igreja não quer impedir o ecumenismo

Você acredita que de um mal Deus pode tirar um bem?

Papa escreve segundo livro sobre Jesus

Brasil oficializa candidatura para sediar Dia Mundial da Juventude

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h06
::
:: Enviar esta mensagem

O valor do toque - A privação do contato físico causa diversos distúrbios emocionais e físicos
Sempre e de alguma forma, no reino animal, os filhotes quando nascem são cercados de cuidados, de atenção e proteção. Os gatinhos, cachorrinhos, leõezinhos recebem várias lambidas de suas mães, elas os aconchegam junto de si a fim de aquecê-los. As aves colocam seus filhotes embaixo de suas asas; outras mães entregam os filhotes aos cuidados dos pais e partem em busca de alimento para o sustento deles. Conforme eles vão se desenvolvendo esses cuidados vão diminuindo até que se tornem capazes de lutar pela própria sobrevivência; no entanto, alguns continuam vivendo junto ao seu bando.
A partir dessas informações, vamos refletir sobre a importância do afeto e da proteção na vida dos seres humanos. Um pouco diferente dos nossos amigos animais, parece que as pessoas necessitam constantemente deste calor humano. Diversas pesquisas revelam que o contato físico, o toque, o olhar e a proteção transmitidos por gestos concretos favorecem o desenvolvimento físico, psíquico e espiritual do ser humano.
Spitz, em pesquisas com bebês institucionalizados, com ou sem a presença de suas mães, chega à conclusão de que aqueles que não são levados ao colo para serem amamentados, e que são deixados por longo período sozinhos em seus berços desenvolvem o que se chama de marasmo, um estado de letargia, de não-expressão, e podem até chegar a óbito precoce, sem causa específica.
Winnicott, ao estudar crianças abandonadas, órfãs da II Guerra Mundial, observa que o nível de delinqüência e agressividade é altíssimo entre elas. Entretanto, pesquisas atuais revelam que crianças em condições semelhantes às estudadas por Winnicott , mas que receberam auxílio por meio de pessoas que as acolheram, dispensando-lhes cuidados físicos e emocionais, desenvolveram habilidades sociais e perspectivas de um futuro construtivo e força para enfrentar as adversidades oferecidas pela vida, de forma a se tornarem pessoas mais humanas e altruístas.
A pesquisadora americana Tiffany Field demonstra, a partir de suas pesquisas, que o toque, o contato físico, além de aliviar o estresse e a ansiedade, também diminui a criminalidade. A privação do contato físico causa diversos distúrbios emocionais e de sono, abuso de álcool e drogas. E a falta de sono leva à irritabilidade, fato que afeta o sistema imunológico e favorece o aparecimento de diversas doenças, como diarréias, prisão de ventre e infecções respiratórias.
A partir desses fatos citados, basta nos perguntarmos: Como estou me relacionando com as pessoas, principalmente, com as mais próximas? Eu já abracei alguém hoje? Liguei para alguém a fim de saber como ele está? Se não, não perca tempo, abrace, beije, brinque, acaricie, sorria... Você não se arrependerá de fazer isso e viverá mais, feliz e saudável.

Por:Mara Silvia M. Lourenço*



Fonte:FORMAÇÃO

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h57
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagesn do dia


Volte, o Senhor precisa de você
"Eu não era profeta, nem filho de profeta; era vaqueiro, cultivava sicômoros; mas o Senhor me tomou de detrás do gado e me disse: 'Vai! Profetiza a Israel, meu povo'" (Am 7,14-15)
Deus me chamou assim como o fez com o profeta Amós. Não sou nada, sou filho pedreiro e de uma simples dona-de-casa, mas Deus me chamou e fala através de mim, porque o Senhor precisa de "alto-falantes" por meio dos quais possa falar. Ele não nos chamou apenas para uma primeira conversão, mas para nos resgatar, para mudar nossa vida, tocando-nos, purificando-nos e nos libertando, para que dessa forma, possamos ajudar na conversão dos demais. Ele nos chamou para sermos seus "alto-falantes", ou seja, seus profetas.
Deus investiu muito em nós, agora está nos convocando de novo. Se você desistiu de tudo, volte depressa! Jesus nos chama a sermos novamente pescadores de homens, convocando novamente todos aqueles que se afastaram. Todos que já trabalharam em algum movimento da Igreja: Os que pregavam, os que davam testemunhos, aqueles que com os seus trabalhos, suas orações, arrastavam as redes repletas de peixes... Todos são chamados de volta! Infelizmente, por mil motivos, muitos deles voltaram para o mar da vida, mas estão marcados, porque são do Senhor. São apóstolos. São pescadores de homens. É preciso buscá-los, repescá-los sem medo. Hoje o número de peixes é muito grande, por isso será necessário reunir uma grande equipe. Teremos de reunir os operários antigos e os veteranos com os novatos e inexperientes, e partirmos juntos para um grande arrastão de evangelização, porque é necessário pescar almas em grande quantidade!
São novos tempos. Já estamos num novo milênio. Há uma nova convocação. É preciso reunir os operários da primeira com os da última hora. O desafio é imenso. Só no Brasil são, pelo menos, 100 milhões de batizados não evangelizados. O próprio Senhor convoca os apóstolos do novo tempo.
Seu irmão, Padre Jonas Abib



O Senhor está no meio de nós!
"O Senhor fez conhecer seu poder salvador, e às nações sua justiça" (Salmo 98).
Jesus deu uma ordem aos seus discípulos, que atravessou o tempo e os séculos, chegando até os nossos dias:
"Em vosso caminho, anunciai: 'O Reino dos céus está próximo'" (Mateus 10,7)
A característica do Reinado de Deus é a libertação do seu povo; é o Evangelho anunciado; é a salvação; a cura dos doentes, dos oprimidos e pecadores.
O Senhor conta conosco para que o seu Reino se estabeleça. E para que isso ocorra, Ele nos dá o seu Espírito Santo a fim de cumprirmos a missão que Ele mesmo nos confiou. Por isso, oremos em todas as situações, para que sejamos guiados por Ele [Espírito Santo] verdadeiramente.
Enviai sobre mim, Senhor, o teu Santo Espírito para me guiar e conduzir, de forma que eu possa levar a um bom termo a missão que o Senhor me confiou.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h55
::
:: Enviar esta mensagem

Minha experiência no Acampamento PHN na Canção Nova
Foi maravilhoso este final de semana para mim, estive no Acampamneto PHN na Canção Nova.
Deus falou comigo de varias formas e em varios momentos.
Foram varios momentos marcantes as palestras com Dunga, a Santa missas com o Padre Jonas Abib e as suas homilias, os shows e principalmente a confissão.
Eu estava precisando disto pois estou sempre com os jovens e tenho que estar sempre levando para eles o que tem em nossa Santa Igreja.
Me considero um jovem, pois é desafiador trabalhar como os jovens, os seus anseio, as suas buscas e nós temos que mostrar para esta juventude que não adianta ser como as pessoas querem seguindo as modas e tendencias.
Todos devemos estarmos no mundo mas não sermos do mundo.
Não aceitando tudo, mas estando pronto a debater e colocar nossas ideias, mostrando que o jevem Cristão tem que ser antenado no mundo e não alienado.
Juventude vamos juntos viver o PHN " Por Hoje Não Vou Mais Pecar", mostrar que temos personalidade e sabemos o queremos, pois queremos viver o que o Senhor nos pede nos 10 mandamento.
Vamos buscar viver Namoro Santo não buscando o sexo, mas o conhecimento um do outro, pois o namoro é uma experiencia de conhecimento um do outro para terem um casamento bem fundado, não como vemos muitas vezes em nosso mundo casamento que se acabam em pouco tempo, pois não se conheceram, só buscavam o seu prazer, a satisfação pessoal.
Muitos jovens sofrem neste mundo e se entregam a namoros que só desgastam e não levam a nada, vamos dar um basta nisto se vc jovem ama sua namorada, você não vai pedir para ela ter uma relação sexual para ser uma prova de amor.
Prova de amor se dá no respeito a pessoa amada, pois somos todos filhos de Deus e templos do Espirito santo ele nos ama e nos quer Santos.
Se no seu namoro acontece isto é porque a pessoa não te ama, saiba esperar em Deus pois ele vai te mandar a pessoa amada no tempo certo.
Eu soube esperar e ele me mandou a Simone que é pessoa com quem vou viver pelo resto da vida, buscamos juntos vivermos a cada dia em nosso namoro um relacionamento de respeito.
Procurem viver assim também jovens o PHN na vida e no relacionamento a dois.
Revolucionar é ser de JESUS.

Abraços a todos fiquem com Deus.
Reginaldo Simonetti


Veja também como foi o Acampamento PHN na Canção Nova

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 11h52
::
:: Enviar esta mensagem

Os amigos que nos fazem enxergar - O amigo verdadeiro não nos esconde a verdade


Uma menina muito esperta olhava, sentada aos pés de sua mãe, a costura que ela estava a bordar. Vendo de baixo a menina estava confusa, pois via um emaranhado de linhas de várias cores, mas sem sentido, não dava para entender nada. Incomodada, perguntou: -Que estás a fazer, mamãe, com tanta atenção este monte de linhas? Eu não estou entendendo nada.
A mãe lhe respondeu: -Estou bordando uma linda peça para enfeitar o seu quarto.
Imediatamente retrucou a menina: -Eu não quero esse desenho feio! A mãe, com toda calma, disse: -Levante-se do chão e sente-se aqui do meu lado, para que você possa ver de cima, pois dessa forma se enxerga diferente. Então ela viu um lindo arco-íris com todas as cores e bem feitinho.
Do lado de cima se vê as coisas de forma diferente. Quantas vezes, estamos exatamente como esta menina, olhando as coisas a partir do ângulo de baixo, no emaranhado, no burburinho, na agitação. E assim, julgamos as coisas e as pessoas de acordo com o que vemos, ou por meio daquilo que nos falaram. De forma que não temos a visão verdadeira da realidade, e por isso, muitas vezes desanimamos e abandonamos um sonho, um projeto, ou desistimos de algo ou de alguém. Tudo isso, porque não decidimos ver as coisas do alto, de cima e não de baixo para cima. Precisamos nos distanciar para ver melhor, ver os detalhes, entender o contexto.
Nós precisamos de "lentes especiais" para que consigamos enxergar o real e não ficar com as aparências e os "pré-conceitos". Porque o essencial é invisível aos olhos! É preciso alargar a visão, pois nem tudo que reluz é ouro como diz o ditado, assim como nem tudo o que brilha demais é precioso. Percebo o quanto a minha visão limitada me atrapalhou, pois o que eu via era uma parte e não o todo. Por que Deus nos surpreende? Porque Ele nos enxerga no todo e não pela metade; por isso, nos ama.
Hoje eu me decido a ver as coisas do lado de cima e não do de baixo, não vou me contentar com minha visão e meus conceitos limitados. O amigo verdadeiro sempre nos enxerga na medida certa, não nos esconde a verdade e muito menos fica mascarando as coisas. Eu posso dizer que meus amigos são minha "segunda visão", e muitas vezes, vêem melhor do que eu. Quanto mais diferente é o amigo, melhor, pois é na alteridade que eu, muitas vezes, me descubro, afinal “as diferenças não são barreiras, são riquezas!” como costumamos afirmar.
Alarga, Senhor, a minha visão, cura a minha miopia espiritual, da-me as lentes da Verdade e da Caridade. Mas, como mesmo de óculos eu não enxergo direito, da-me muitos e verdadeiros amigos: "Amigo fiel é uma poderosa proteção:quem o encontrou, encontrou um tesouro" (Cf Eclesiástico 6, 14-17). Se você anda enxergando pouco, onde estão os seus amigos? Enxergar sozinho é pobre, é tão bom saber que podemos dividir ou somar nossa visão com nossos amigos, eles "são nosso segundo coração". É muito bom saber que não estamos sozinhos. Por isso, procure alargar a sua visão, não tenha medo dos outros. E aos meus amigos, obrigado por me fazerem enxergar melhor.

Minha bênção amiga Pe. Luizinho - Comunidade Canção Nova


Fonte:FORMAÇÃO

Veja mais:
Oração de São João Crisótomo para preparação à Santa Eucaristia

A Devoção do Sagrado Escapulário

Toda escolha implica também em uma renúncia

Toda escolha implica também em uma renúncia

O que é cura interior e libertação?

A amizade nos sacraliza -Uma amizade parte do princípio da comunhão de duas pessoas

Toda escolha implica também em uma renúncia

Em quem Confiar??

Em quem Confiar??

A DECEPÇÃO NO CASAMENTO

Deus tem pressa

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h39
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Verdade, justiça e amor
O oitavo mandamento diz que não devemos levantar falso testemunho (cf. Êxodo 20,16). É uma grande graça podermos falar disso agora. Deus é a fonte de toda a verdade e ela se encontra de geração em geração. Deus é a verdade, por isso, nós, que somos filhos dEle, precisamos vivê-la. São João dizia que é necessário viver na luz e na transparência. E tudo o que se opõe à verdade é a mentira. E nós sabemos quem é o pai da mentira.
Meus irmãos, a grande vergonha é que a humanidade está vivendo a mentira, pois cada vez mais ela é praticada e falada. Por isso, a vida de muitos está se tornando uma verdadeira mentira, vivem uma vida dupla.
Verdade, justiça e amor são os três pilares de sustentação da humanidade. Se faltar uma dessas virtudes não há como ela ficar em pé. Por que existe tanta corrupção? Porque em primeiro lugar nós faltamos à verdade; e faltando a ela, voltamos para a mentira e muitas vezes nos acostumamos a viver assim.
O nosso mundo anda cheio de ódio, frieza, indiferença, sem amor. O Senhor vem nos pedir que reconstruamos um mundo novo, assumindo a graça e a bênção da verdade.
Todo o que é da verdade escuta a minha voz afirma Nosso Senhor Jesus Cristo (João 18, 37c).
Nas coisas mais difíceis da vida, o Espírito Santo sopra o amor para que a verdade e a justiça sejam alcançadas. Dessa forma, os demais dons dEle também começam a reinar em nosso meio como a paz, a alegria, a pureza, entre outros.
Oração
"Senhor, tudo aquilo que foi em mim mentira, transforma. Tu podes tudo! Abençoa-me e guarda-me! Que toda mentira vivida por mim seja transformada em verdade. Tem compaixão de mim. Eu já errei muito, mas eu não quero mais fazer isso. Cubra-me com a sua misericórdia, volte sobre mim a sua face. O impossível o Senhor pode realizar. Eu creio!"
Seu irmão, Padre Jonas Abib


Quais são as palavras que saem da nossa boca?
"A boca fala daquilo que o coração está cheio".
Temos de encher o nosso coração com coisas boas, para só falar coisas boas. Um coração amargurado, ressentido não é capaz de falar coisas boas, e se o nosso coração está assim, desde cedo, peçamos a Jesus a graça de perdoar as pessoas que nos feriram por uma razão ou outra. Ao fazermos isso, experimentaremos uma liberdade muito grande, e viveremos sempre contentes, como nos aconselha a Palavra de Deus:
"Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito, alegrai-vos! Seja a vossa amabilidade conhecida de todos os homens! O Senhor está próximo!" (Filipenses 4,4-5).
Quais são as palavras que têm saído da nossa boca? Vamos ficar hoje atentos às palavras que temos falado e qual o efeito que elas têm produzido na nossa vida e na vida do nosso próximo?
Jesus, ensina-nos como falar, o que falar e a hora de falar.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Nova forma de combater o estresse?
Um dos muitos sinais do estresse está relacionado ao tempo!
É quando a gente não tem mais tempo para resolver tudo o que precisa ser feito, correndo contra o tempo para deixar tudo em dia, mas não dá conta. Deixa sempre depois por causa do tempo a atividade esportiva que, já sabe, ajudaria bastante, e o tempo começa a ser um ingrediente super importante nesta história toda!
Exatamente por isso, fazer escolhas torna-se algo profundamente importante na busca do "desestresse" que a gente precisa.
Comece, então, a meditar sobre as suas escolhas, por exemplo, relativas as estas que eu mencionei logo acima, e depois procure focar outras importantes situações nas quais a "sua escolha" é o que vai fazer a diferença!
Não sei se você já tinha olhado para isto deste ângulo...!
Espero ter ajudado um poquinho!
Quando puder, me conte seus avanços!
Valei-nos, São José!
Com carinho e orações, seu irmão,Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h29
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 12,46-50)
Naquele tempo, enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele.
Alguém disse a Jesus: "Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo".
Jesus perguntou àquele que tinha falado: "Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?"
E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: "Eis minha mãe e meus irmãos.
Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:Nossa Senhora do Carmo
Ao olharmos para a história da Igreja encontramos uma linda página marcada pelos homens de Deus, mas também pela dor, fervor e amor a Virgem Mãe de Deus; é a história da Ordem dos Carmelitas, da qual testemunha o cardeal Piazza: "O Carmo existe para Maria e Maria é tudo para o Carmelo, na sua origem e na sua história, na sua vida de lutas e de triunfos, na sua vida interior e espiritual".
Carmelo (em hebraico, "carmo" significa vinha; e "elo" significa senhor; portanto, "Vinha do Senhor"): este nome nos aponta para a famosa montanha que fica na Palestina, donde o profeta Elias e o sucessor Elizeu fizeram história com Deus e com Nossa Senhora, que foi pré-figurada pelo primeiro numa pequena nuvem (cf I Rs 18,20-45). Estes profetas foram "participantes" da obra Carmelita, que só vingou devido à intervenção de Maria, pois a parte dos monges do Carmelo que sobreviveram (século XII) da perseguição dos muçulmanos; chegaram fugidos na Europa e elegeram São Simão Stock como seu superior geral; este por sua vez estava no dia 16 de julho intercedendo com o Terço, quando Nossa Senhora apareceu com um escapulário na mão e disse-lhe: "Recebe, meu filho, este escapulário da tua ordem, que será o penhor do privilégio que eu alcancei para ti e para todos os filhos do carmo. Todo o que morrer com este escapulário será preservado do fogo eterno".
Vários Papas promoveram o uso do escapulário e Pio XII chegou a escrever: "Devemos colocar em primeiro lugar a devoção do escapulário de Nossa Senhora do Carmo - e ainda - escapulário não é 'carta-branca' para pecar; é uma 'lembrança' para viver de maneira cristã, e assim, alcançar a graça duma boa morte". Neste dia de Nossa Senhora do Carmo, não há como não falar da história dos Carmelitas e do Escapulário, pois onde estão os filhos aí está a amorosa Mãe.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h21
::
:: Enviar esta mensagem

Namoro Santo
"O Deus da paz vos conceda Santidade Perfeita. Que todo o vosso Ser, Espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo!" (1 Ts. 5,23).
Essa palavra inspirada por Deus a São Paulo Apóstolo, impulsiona todo o nosso ser a crescer em graça e santidade, e assim nos consagramos integralmente aos olhos de Deus. E vem de encontro à necessidade gritante da juventude que se encontra numa profunda bagunça: emocional, sentimental, sexual, social, por fim, comprometendo ou até mesmo extinguindo o espiritual.
É fácil perceber que em determinado momento desperte em nós a necessidade de relacionarmos com o sexo oposto num grau mais profundo, além da amizade: o namoro. É fácil de entender porém difícil de explicar uma sensação que carregamos quando sabemos que somos inteiros, mas nos sentimos metade. E procuramos no outro a metade que nos complementa.
O período do namoro é um tempo especial e de extrema importância no relacionamento de um casal, porque é o prenúncio do casamento. Isto significa que:

NAMORO FELIZ = CASAMENTO FELIZ
NAMORO COM BRIGAS = CASAMENTO COM BRIGAS

Após análise de dezenas de mulheres que se sentem infelizes no casamento, analisei que estes relacionamentos foram fortemente tumultuados, alguns estremecidos pelo ciúme, outros por discussões, outros por traições e vícios e outros, ainda, por mágoas profundas e rejeições de família. Invadidas porém pela idéia de que, após o casamento, conseguiriam mudar em seus maridos aquilo que não suportavam neles como namorados, essas mulheres passaram por cima do que deveria ser resolvido antes, e mergulharam na infelicidade de um casamento muito mais tumultuado do que o namoro.
Na verdade, ninguém muda ninguém, a não ser pelo poder de Jesus Cristo. Só Ele, com o Espírito do Deus, é capaz de convencer alguém da verdade, tocar o mais profundo do coração, colocando o propósito de querer mudar para melhor (conversão), libertar dos vícios não superados e instaurar o equilíbrio interior e o seu Reino de amor no interior das almas.
O que precisa ser mudado deve ser feito antes do casamento, e com a graça de Deus.
Nossa Senhora, Rainha da Paz: Dai-nos a paz!

Por:Victor Fernando Alves

Fonte:SITE PAI DE AMOR


Veja também:
Aprendendo a rezar

Carta Apostólica em forma de "Motu Proprio" SUMMORUM PONTIFICUM

DICAS PARA ESSA SEXTA-FEIRA 13

O SANTO SACRIFÍCIO

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h07
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


O amor pode transformar tudo e todos
"A glória do Senhor habitará em nossa terra" (Salmo 84).
Este Salmo está falando da vinda gloriosa de Jesus. Ele virá com poder e a glória habitará em nossa terra. Como a Palavra de Deus nos fala, nós teremos céus novos e uma terra nova com uma humanidade nova (cf. II Pedro 3:13). Para termos uma sociedade nova, com tudo renovado, precisamos de homens e mulheres novos. É isso o que o Senhor está fazendo.
A criança quando é fecundada é uma "coisinha de nada", apenas a célula do pai e da mãe, mas como ali já existe vida, ela [criança] vai se transformando. Como é lindo, no exame de ultra-som, poder acompanhar a formação e o crescimento dela. Essa transformação é necessária para que ela possa vir ao mundo. Meus irmãos, é isso o que estamos vivendo nesta terra. Pois ela [terra] é como um grande ventre no qual o Senhor fecundou a criatura nova, o homem novo. É preciso que aconteça cada vez mais uma transformação em nós. É uma coisa pessoal, é você quem está se transformando, por intermédio do Espírito Santo, em um homem novo, uma mulher nova.
Quando nós O [Espírito de Deus] recebemos, ficamos cheios d'Ele, e dessa forma, toda essa transformação vai acontecendo. Como Deus é amor e nós estamos sendo transformados à imagem e semelhança d'Ele, precisamos ser transformados no amor, porque é Ele que nos transforma. A Carta de São João nos diz que se não amamos, permanecemos na morte. Que triste quando a criança morre no ventre materno! Que tristeza para aquela mãe, para aquela criança.
O Senhor usa palavras bem fortes para mostrar a necessidade de amarmos e sermos transformados pelo amor. Para fazermos essa ruptura com o egoísmo de vivermos para nós mesmos e de buscarmos apenas os nossos interesses, precisamos fazer uma verdadeira reviravolta, e isso se chama conversão, e esta é feita pela ação do Espírito Santo e por nós mesmos, pois precisamos responder a isso e fazer nossa parte. Portanto, se nós não nos deixarmos transformar, não teremos lugar na humanidade nova. Não é questão de idade, mas de alma, de espírito e de coração. É por isso que Deus diz que precisamos ter coração de criança.
A expressão "pau que nasce torto, morre torto" para Deus não existe. Deus quer e pode transformar tudo e todos.
seu irmão, Padre Jonas Abib


Vivamos bem o tempo presente
Com o novo dia que desperta, Deus dá-nos a força de começarmos tudo de novo, e isso leva-nos a descobrir a beleza do amor do Pai do céu que se renova a cada manhã por cada um de nós.
Deixemos cair por terra os pesos que estamos arrastando do dia de ontem, as amarguras, os medos, o negativismo, a incredulidade e tantos outros sentimentos, e assumamos uma postura de quem confia no Senhor, com o coração cheio de louvor e gratidão.
"Tudo posso naquele que me fortalece! (Fl 4,13).
Quando pedimos a Deus a graça de sermos melhores, Ele nos concede. Portanto, peçamos a Ele uma nova disposição, para que não vivamos este dia como se fosse mais um, e sim como um novo dia que Ele mesmo nos deu de presente.
Jesus, eu confio em vós!
Luzia Santiago


A vida como matéria-prima
O verdadeiro pregador tem na sua própria vida a base para sua pregação.
(...) [eu] era vaqueiro e cultivava sicômoros. Mas o Senhor me tomou de detrás do gado e me disse: Vai! Profetiza a Israel, meu povo (Amós 7,14c-15).
A profecia surge sempre em momentos delicados da história de um povo. No caso de Amós não foi diferente. As palavras dele faziam parte de uma conjuntura muito difícil.
Ele fazia parte do grupo que sofria a exploração dos mais poderosos, pois era vaqueiro, pastor de ovelhas e cultivador de sicômoros, ou seja, um trabalhador do campo.
Isso nos permite perceber que o profeta Amós antes de falar em nome de Deus é um homem que vive aquilo que diz.
No conceito hebraico, palavra (aquilo que o profeta diz) e realidade (aquilo que ele vive) têm o mesmo significado, ou seja, existe coerência na vida do profeta, pois este não profere palavras vazias de significado. Por isso, a palavra dita e profetizada por este servo de Deus passa antes pela sua própria existência. Ele vive a situação sofrida de seu povo. Sentia as dores dos seus, pois vivia na peleas mesmas dificuldades dos demais.
Dessa forma, ele consegue que sua profecia seja ouvida e, principalmente, vivida pelas outras pessoas. É antes de tudo testemunho, é palavra realidade é vida!
E você? Quais as palavras que você, como profeta, tem dito. Elas são vividas por você ou são meros conceitos, idéias, divagações?
O verdadeiro pregador o profeta tem na sua própria vida a base para sua pregação e para as suas palavras. Sua vida deve ser a matéria-prima para a pregação, para a evangelização.
Deus nos abençoe
Denis Duarte


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h54
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 10,16-23)
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas. Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas.
Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações. Quando vos entregarem, não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer. Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós.
O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão. Vós sereis odiados por todos, por causa de meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo. Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra. Em verdade vos digo, vós não acabareis de percorrer as cidades de Israel, antes que venha o Filho do Homem".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.



Hoje celebramos:Santo Henrique e Cunegundes
Muitos acusam a Idade Média como um tempo de trevas da história, e não tem como não pensar isto se não abrimos os olhos e olhamos para o alto, pois neste lugar é que se encontram as luzes deste período, ou seja, os inúmeros Santos e Santas. Henrique e Cunegundes fazem parte deste "lustre", pois viveram uma perfeita harmonia de afetos, projetos e ideais de santidade.
Henrique era filho de duque e nasceu num castelo na Alemanha em 973, pertencia a uma família santa e por isso foi educado também por cônegos e mais tarde pelo bispo de Ratisbona; adquirindo assim toda uma especial formação cristã. Conta-se que espiritualmente ele preparou-se intensamente para assumir o trono da Alemanha, mas isto sem saber, pois ainda jovem sonhara com estas breves palavras: "Entre seis"; e com isto interpretou primeiramente que teria seis dias antes de morrer, mas como não aconteceu preparou-se em vista de seis meses e em seguida seis anos, até que por Providência assumir o reinado.
No caso de Henrique o adágio de que "por trás de um grande homem está uma grande mulher", funcionou pois casou-se com a princesa de Luxemburgo, Cunegundes que era um mulher de muitas virtudes e inúmeros dons ao ponto ajudar por vinte sete anos seu esposo na organização do império e implantação do Reino de Deus. Com a morte de Henrique II e seu reconhecimento de santidade, Conegundes foi morar num mosteiro, onde cortou o cabelo, vestiu hábito pobre e passou a obedecer suas superioras até ir ao encontro de Henrique no Céu, isto quando tinha 61anos. Sendo assim, ambos morreram sob a coroa de Sacro Romano no Império terrestre e a coroa da glória no Império Celeste.
Santo Henrique II e Santa Cunegundes...roguem por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h44
::
:: Enviar esta mensagem

Quero um casamento feliz - No relacionamento conjugal será necessário romper com o individualismo

É estranho perceber que muitos casais, mesmo quando já têm anos de convivência, vivem como se não houvesse um compromisso comum entre eles. Sabemos que deixamos marcas sensíveis daquilo que somos e, em muitos outros casos, absorvemos os modos daquele com quem convivemos. A partir dessas experiências, ficamos mais comprometidos com aqueles que estão ao nosso lado, por meio da cumplicidade comum que rege nossos relacionamentos.
Para os recém-casados, temos a impressão que todo o tempo do mundo seria pouco para viverem a realização dos projetos idealizados a dois. Com o passar do tempo, alguns casais deixam de lado o zelo e o cuidado pelo outro, e o projeto de viver felizes para sempre parece ser ofuscado em função das dificuldades pertinentes ao convívio ou talvez pela grande importância dada a fatores de menor relevância.
Se para se estabelecer fortes laços de amizades precisamos quebrar o gelo, da mesma forma, dentro de um relacionamento conjugal será necessário rasgar a película do individualismo, dos melindres e rancores, entre outros problemas que poderão surgir com as tribulações no comum do dia-a-dia. Com isso, nos deixamos ser influenciados pelas experiências, conceitos, entendimentos e razões do outro. Muito mais que apenas dividir as obrigações e responsabilidades comuns da vida conjugal, deve se estar o desejo de compor uma nova história de vida com a participação especial daquele(a) a quem amamos.
Observando os casais transeuntes em ambientes públicos, facilmente diferenciaremos os namorados dos casais que já vivem, há algum tempo, o matrimônio. Até podemos ficar escandalizados com os namorados mais apaixonados, que trocam carícias de maneira desenfreada, esquecendo-se de que estão em ambiente público. Em outras ocasiões, poderemos ser surpreendidos com gestos de carinho de outros casais que aparentam ter anos de convivência. Com poucos cabelos e esbranquiçados pelo tempo, ainda cultivam a alegria de propiciar ao outro o hálito do amor partilhado na simplicidade de um beijo.
Alguns casais ainda sabem proporcionar um ao outro a segurança por meio das mãos entrelaçadas, mesmo que já não detenham a mesma vitalidade das forças de antes. Para eles, se fossem interpelados com a sentença do cônjuge: "O que sou para você?" Certamente a resposta seria alguma coisa parecida com "Você é o melhor pedaço de mim!"
Talvez alguns casais não tenham uma resposta para a simples pergunta do cônjuge: "O que sou para você?" Mesmo que quem esteja lhe perguntando isso não seja um estranho, mas alguém a quem se conhece muito bem, e está ao seu lado por muito tempo. Pois, mesmo convivendo sob o mesmo teto, dividindo a mesma cama, muitos não participam da vida um do outro como se fossem um.
Talvez, os bilhetinhos apaixonados em um pedaço de guardanapo, ou o beijo de "bom dia" somado com o desejo de se comprometer com o cônjuge naquilo que contribui para a sua felicidade, possa ser o começo para fazer com que o outro se apaixone novamente. A cada manhã será necessário reviver as atitudes que, um dia, conquistaram a atenção e o amor do outro. Dificuldades todos os demais casais também viveram e souberam superar quando, somado aos seus esforços, depositaram a confiança naquele que os uniu.
Um abraço, Deus nos abençoe com o romantismo renovado.

Por:José Eduardo Moura - Missionário da Comunidade Canção Nova, trabalhando atualmente na na Fundação João Paulo II no Portal Canção Nova.

Fonte:Formação


Veja mais:
Saiba mais sobre o Acampamento PHN com o tema Quem tem um amigo tem um anjo

Saiba mais sobre os documentos da Igreja.

Os anjos maus - O poder de Satanás não é infinito

CONIC reafirma compromisso ecumênico do Papa Bento XVI

GOVERNO DEFENDE ABORTO PARA SUSTENTAR LIBERDADE SEXUAL?

Quem pede recebe

FORMAÇÃO:Quem São os irmãos de Jesus?

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h41
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Nada é comparável a um amigo fiel

A Palavra de Deus é exuberante quando nos fala da amizade:
"Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou descobriu um tesouro. Nada é comparável a um amigo fiel; o ouro e a prata não merecem ser postos em paralelo com a sinceridade da sua fé.
Um amigo fiel é um remédio de vida e imortalidade; quem teme ao Senhor achará esse amigo. Quem teme ao Senhor terá uma excelente amizade, pois seu amigo lhe será semelhante" (Eclo 6, 14-17).
Amigo não é apenas um conhecido, um colega ou companheiro... Não. Amigo é amigo! Se eu quisesse definir amigo e amizade teria de encontrar as palavras certas e o conceito exato, porque amigo não é uma coisa qualquer. É por isso que a Palavra de Deus nos diz que quem encontrou um amigo encontrou um tesouro.
Um amigo pode nos transformar. E por que nos transforma? Porque antes de tudo ele nos ama como somos, mas não deixará de nos corrigir sempre que for necessário. E, muitas vezes, só o amigo é capaz de fazer o que o pai e nem mesmo a mãe consegue. Ele atinge o coração. Ele, e muitas vezes só ele, tem linha direta com o nosso coração. Ele chega lá naquele lugar aonde ninguém consegue chegar. E por que ele consegue chegar lá? Repito: porque o amigo nos ama do jeito que somos, respeitando-nos. É por isso que ele consegue nos transformar.
O amigo é capaz de dizer as coisas como elas são. Ele consegue nos dizer as verdades que não quereríamos ouvir, mas como o amigo é amigo, acabamos as ouvindo. Muitas vezes, nós nos chateamos com eles e nos afastamos deles... Mas com o passar do tempo, voltamos atrás, entendemos as razões pelas quais ele nos disse determinadas coisas, e acabamos acolhendo essas verdades, pois o verdadeiro amigo quer o nosso bem. Assim, tudo volta ao normal.
Por isso, mesmo quando há brigas e desentendimentos, porque amigo é amigo, não conseguimos ficar longe um do outro. A amizade é mais forte do que as brigas, as diferenças de opinião e a revolta. E que bom que é assim! Muitas vezes só a amizade é capaz de nos dobrar. Ter amigos é essencial. Ser amigo é o segredo da vida e da vitória.
E por que tudo isso? Porque na amizade há amor. Amor puro. Amor desinteressado.
Seu irmão, Pe. Jonas Abib


''Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando'
"Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu senhor. Mas chamei-vos, pois vos dei a conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai. Não fostes vós que me escolhestes; mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça. Assim, tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vos dará. O que eu vos mando é que vos ameis uns aos outros" (Jo 15, 14-17).
Deus nos chama antes de tudo a sermos amigos d'Aquele que precisa ser o mais importante em todos os momentos de nossa vida, que é Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele é Aquele que nos aproxima de nossos irmãos, impulsionando-nos a ir ao encontro daqueles que mais precisam de nosso amparo, do nosso carinho, de um abraço caloroso e sincero e, que nos ensina, principalmente, que o amor vence todas as barreiras.
O que ainda, hoje, nos impede de sermos verdadeiros amigos uns dos outros? Muitas vezes, isso acontece devido ao nosso egoísmo, assim, ficamos presos aos nossos problemas, e nos esquecemos dos que estão à nossa volta.
Hoje, precisamos aprender que Deus já está se ocupando de nossos problemas e que o nosso coração precisa estar despreocupado para podermos amar aqueles que estão à nossa volta, e precisam de um abraço amigo.
Que Deus o abençoe!
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago



Qual a perfeita expressão do Amor?
Sou casado com uma mulher muito santa! Eliana é repleta de gratuidade, e penso ser esta a qualidade que mais fortemente me faz compreender quem Deus é.
Especialmente nos dias em me sinto muito cansado, com excesso de trabalho e dando sinais de desgaste emocional, minha mulher tem sido pura gratuidade para mim. Isso significa que ela tem dado tudo o que pode de quem ela sabe que não pode esperar nada , pelo menos naquele momento.
Assim é Deus! Amando-nos sempre e em tudo, sem necessidade de esperar resposta alguma! Ama porque Sua essência é Amor. Ama de graça!
Lá em casa, no almoço, durante o dia tão corrido, cuidando do Eduardo Netto, e de mim também, sendo mãe, minha melhor amiga, entregando-se a mim como minha mulher, Eliana transborda a mais perfeita qualidade do Amor e segue me amando sabendo como já disse que naquele momento não consigo lhe retribuir!
Obrigado, meu amor!
Você é Deus me amando!
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá.


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h28
::
:: Enviar esta mensagem

Litugia do dia


Evangelho (Mateus 10,7-15)
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Em vosso caminho, anunciai: 'O Reino dos Céus está próximo'. Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!
Não leveis ouro nem prata nem dinheiro nos vossos cintos; nem sacola para o caminho, nem duas túnicas nem sandálias nem bastão, porque o operário tem direito a seu sustento.
Em qualquer cidade ou povoado onde entrardes, informai-vos para saber quem ali seja digno. Hospedai-vos com ele até a vossa partida.
Ao entrardes numa casa, saudai-a. Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se ela não for digna, volte para vós a vossa paz. Se alguém não os receber, nem escutar vossa palavra, saí daquela casa ou daquela cidade, e sacudi a poeira dos vossos pés.
Em verdade vos digo, as cidades de Sodoma e Gomorra serão tratadas com menos dureza do que aquela cidade, no dia do juízo".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:São João Gualberto
Com muita alegria nos deparamos com a santidade de vida de São João Gualberto, que pertenceu a uma nobre família de Florença, a qual muito bem o educou na cultura, porém deixou falhas no essencial, ou seja, na vida religiosa. Por isso, facilmente, ele foi se entregando às liberdades perigosas e vaidades do mundo.
Aconteceu que, com o assassinato do seu irmão, João Gualberto como o pai revoltou-se a ponto de jurar o causador de morte; mas um certo dia, numa estreita estrada, Gualberto encontrou-se com o assassino desarmado, por isso arrancou sua espada para vingar o irmão, quando de repente a súplica: "Por amor de Jesus que neste dia morreu por nós, tem piedade de mim, não me mates!".
Era uma Sexta-feira Santa, e assim, tocado pela misericórdia de Deus João Gualberto não só acolheu o malvado com seu perdão, mas também ao entrar numa Igreja, recebeu aos pés do Crucificado a graça do perdão e a vida nova.
No processo de conversão de São João Gualberto, Deus o encaminhou à vida religiosa, à vida eremítica e depois à fundação de uma nova Ordem, chamada de Vallombrosa, na qual São João Gualberto tornou-se pai do monges e modelo, já que, antes de entrar na Vida Eterna em 1073, com 73 anos partilhou para os irmãos: "Quando quiserem eleger um abade, escolham entre os irmãos o mais humilde, o mais doce, o mais mortificado".
São João Gualberto, rogai por nós!


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h24
::
:: Enviar esta mensagem

Amigos que não decepcionam!

Eu descobri que os santos, que possuem a Deus no céu, interessam-se pela nossa santificação e ajudam-nos a progredir na prática das virtudes pela sua intercessão e nobres exemplos que nos deixaram. Devemos, pois, venerá-los; são nossos intercessores; são nossos modelos, por isso devemos imitá-los.
Interessante: eles são pessoas comuns como eu e você, pois também tiveram seus defeitos e fraquezas, mas souberam vencê-los. Como? Pela vida interior e auxílio da graça divina. Olhemos os santos não como pessoas distantes de nós; mas ao contrário, como pessoas que tiveram seus pecados como nós e que chegaram à plenitude da vida com Deus.
Vejo que o mais importante é os imitarmos, imitando também suas virtudes. Todos eles se empenharam em reproduzir em si os traços do Modelo Maior que é Jesus Cristo, de forma que todos podem dizer de si como São Paulo: Sede meus imitadores, como eu fui de Jesus Cristo (I Cor. 4,16). Cada um deles cultivou em si virtudes singulares como a fé, a confiança, a pobreza, o amor, a humildade, a fortaleza, entre outros.
Para nós que caminhamos hoje em direção ao Céu, ao encontro com o Senhor é importante saber que temos os exemplos daqueles que tiveram os mesmos pecados que nós e passaram pelas mesmas tentações e tribulações, e, apesar de tudo, alcançaram a vitória. Isso é um estímulo para nós. É uma graça saber que contando com eles e imitando-os, também poderemos alcançar a vitória. Hoje eles já não mais desconhecidos ao meu coração. São amigos que não decepcionam. E você, não quer fazer a experiência?

Por:Vera Lúcia Reis
Verinha é missionária celibatária da Comunidade Canção Nova. Trabalha na formação dos membros da comunidade e atualmente é estudante de Teologia.

Fonte:FORMAÇÃO


Veja também:
A existência dos anjos - Uma verdade de fé

Igreja de Cristo subsiste na Igreja Católica, diz Vaticano

Ser amigo do tempo

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 12h19
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Há amor em nós!
Sabemos que: "Tudo concorre para o bem dos que amam a Deus" (Rm 8,28). Quando amamos a Deus, quando estamos envolvidos em Seu amor, tudo concorre para o nosso bem. Como também acontece o contrário: tudo nos faz mal e nos prejudica, quando não estamos vivendo no amor de Deus. "Quanto a nós, sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos nossos irmãos" (I Jo 3,14).
O Senhor quer ressuscitar-nos para o amor. Deus quer nos curar profundamente de tudo aquilo que acabou "matando" o amor em nós. Talvez diante do próximo mais próximo, isto é, seus familiares, filhos, irmãos, pais, esposo, você tenha dito que não ama mais essa(s) pessoa(s) como deveria, e que não sente mais o amor que sentia antes por ela(s). Justamente por causa disso, o Senhor quer fazer uma ressurreição em sua vida.
Existe amor em você! Mas, infelizmente, não o sentindo, você acaba dizendo para si mesmo que não o(s) ama mais. De forma que você se acusa e se condena por isso. Quando estamos voltados para o Senhor sentimos Seu amor e começamos a amar: voltamos à vida. Sabemos que passamos da morte para a vida porque o amor de Deus está em nós. Porque estamos voltados para o Senhor começamos a amar o próximo.
Não é possível amar os outros se não amamos a Deus em primeiro lugar. Assim como não é possível amar o Senhor se não sentirmos o amor d'Ele em nós. Precisamos passar pela experiência de que foi Deus quem nos amou primeiro. Porque somos amados e experimentamos Seu amor, começamos a amá-Lo também. E amando a Deus, começamos também a amar o próximo.
Há amor em você. O amor de Deus foi derramado em seu coração pelo Espírito Santo que lhe foi dado. Se esse amor não está se manifestando como deveria é porque forças de morte pesaram sobre ele [amor] e o sufocaram. Deus quer retirar todas essas forças malignas que estão o subjugando, para que você volte a experimentar o amor. Insista, reze e peça ajuda ao Espírito Santo de Deus!
Seu irmão, Pe. Jonas Abib


Busquemos hoje a pessoa certa para nos orientar
A vida é um aprendizado constante. Temos sempre a necessidade de aprender novas coisas e de sermos instruídos; esse é um processo natural do ser humano. Não podemos caminhar sem saber qual caminho seguir; necessitamos ser direcionados e orientados pela pessoa certa. Por exemplo: Quando temos algum eletrodoméstico e este apresenta algum defeito, o levamos a uma pessoa autorizada para consertá-lo, porque sabemos que eles saberão como consertar; não podemos levar para qualquer pessoa, porque senão fica pior.
Na nossa vida não é diferente. Somente uma pessoa: Jesus, é capaz de ordenar e pôr tudo no seu devido lugar, porque nos conhece bem, a tal ponto de ter derramado o Seu sangue precioso para salvar a nossa vida, preocupa-Se conosco e é capaz de compadecer-se das nossas fraquezas.
"Ao ver as multidões, Jesus encheu-se de compaixão por elas, porque estavam cansadas e abatidas como ovelhas que não têm pastor" (Mt 9,36).
Busquemos hoje a Jesus, e peçamos a Ele para dirigir os nossos passos e as nossas ações.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Quais as escolhas mais importantes que já fiz na vida?
Que bom que vamos amadurecendo e aprendendo a escolher de maneira cada vez mais ajustada à pessoa que somos! É exatamente neste aspecto a consciência sobre quem eu sou que está a grande sacada.
Preste atenção!
Eu e você precisamos aprender a pensar no futuro de um modo mais inteligente. Temos sido cada vez mais pressionados a conceber a vida como um único momento e nada mais, não é mesmo? Grande engano!
Por isso, na hora da escolha, por favor, além de pensar sobre quem você é o que já é super importante reflita profundamente sobre a pessoa que você deseja se tornar.
Provavelmente, foi em horas como essas que você fez as escolhas mais acertadas de sua vida, não foi?
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, Seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 12h03
::
:: Enviar esta mensagem

Liturgia do dia


Evangelho (Mateus 10,1-7)
Naquele tempo, Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos maus e de curar todo tipo de doença e enfermidade.
Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus.
Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: "Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos!
Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!
Em vosso caminho, anunciai: 'O Reino dos Céus está próximo'".
- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Hoje celebramos:São Bento
Abade vêm de abbas, que signfica pai, e isto o Santo de hoje bem soube ser do monaquismo ocidental, um verdadeiro pai. São Bento nasceu em Núrcia, próximo de Roma, em 480 numa nobre família que o enviou para estudar na Cidade Eterna, no período de decadência do Império.
Diante da decadência também moral e espiritual o jovem Bento abandonou todos os projetos humanos para retirar-se nas montanhas da Úmbria, onde dedicou-se a vida de oração, meditação e aos diversos exercícios para a santidade. Depois de três anos numa retirada gruta passou a atraiu outros que se tornaram discípulos de Cristo pelos passos traçados por Bento que buscou nas Regras de São Pacômio e de São Basílio uma maneira ocidental e romana de vida monástica, foi assim que nasceu o famoso mosteiro de Monte Cassino.
A Regra Beneditina devido sua eficácia de inspiração que formava cristãos santos por meio do seguimento dos ensinamentos de Jesus e pratica dos Mandamentos e conselhos evangélicos, logo encantou e dominou a Europa, principalmente com a máxima Ora et labora. Para São Bento a vida comunitária facilitaria a vivência da Regra, pois dela depende o total equilíbrio psicológico; desta maneira os inúmeros mosteiros que enriqueceram o Cristianismo no ocidente, tornaram-se faróis de evangelização, ciência, escolas e agriculturas, isto até mesmo depois de São Bento ter entrado no Céu com 67 anos.
São Bento...rogai por nós


Fonte: http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 11h58
::
:: Enviar esta mensagem

As características da personalidade madura
A pessoa madura não idealiza as demais pessoas


1. A segurança emotiva e a percepção realística de si mesmo (auto aceitação)
Indica a capacidade de suportar a frustração, de modo que os estados emotivos não interfiram nos seus atos nem interfiram no bem estar dos outros. Os impulsos emotivos (da agressividade e da sexualidade) são assumidos, integrados e nunca reprimidos. Assim se fará um bom uso destas importantes energias impulsionadoras do crescimento do indivíduo. Esse processo é feito sem grandes perturbações. As frustrações são bem trabalhadas. Os conflitos e tensões, mesmo presentes, não são determinantes e não impedem o desenvolvimento de um autêntico senso de segurança e confiança.
A segurança emotiva não consiste apenas na capacidade da suportação das frustrações, mas também na capacidade de trabalhá-las, ou seja, canalizar as energias emotivas para uma causa nobre e não para um perigoso processo de auto destruição. Possui o senso da proporção das coisas, sabendo correr riscos razoáveis à luz do bom senso, onde a cautela e a prudência caminham lado a lado com a prevenção de expressões de pânico ou de dramatizações exageradas das diversas situações.
É um alguém capaz de exprimir o próprio pensamento, os sentimentos e convicções sem se sentir ameaçado ou sob o efeito do complexo de culpa. O ponto de vista dos outros na sua diferença e peculiaridade não o inibe nem lhe tolhe a liberdade de se exprimir com responsabilidade e no desejo de acertar e ajudar os outros. Sabe respeitar e levar na devida consideração a opinião e os sentimentos dos outros. Por isso, não se sente o dono da verdade nem se apresenta como um oportunista manipulador da opinião da maioria em prol dos próprios interesses. Suas intervenções são sinceras e se fundamentam na sincera busca do bem comum.
Sem perder a força propulsora dos grandes ideais que impulsionam a própria vida, a pessoa é realista e não dramatiza as situações ou experiências desagradáveis. Procura desenvolver um auto controle que não lhe permita de viver ao sabor das variações emotivas ou das imaturidades ou descontroles dos outros. O seu comportamento, substancialmente, não é reativo, mas pró-ativo, ou seja não são os impulsos emotivos imediatos que condicionam a ação a ser tomada, mas os princípios comportamentais que se considera como verdadeiros valores.
Sua vida é marcada pela graça do momento presente. Por isso, não vive o saudosismo improdutivo e paralisante do passado, nem se perde em vãs expectativas ou exagerada preocupação com o futuro. Nem muito menos vive num presentismo onde a vida parece condicionada e fixada no agora, constituído por momentos isolados, desconexos, sem sentido. As raízes profundas fixadas na salutar tradição do passado, com toda a grande riqueza de suas sapienciais heranças. O futuro suscitará antenas sensíveis, para captar os sinais dos tempos, de modo a não faltar uma bem compreendida preparação para o mesmo. Deste modo, a capacidade de programação será um poderoso preventivo para toda espécie de improvisação e de paliativos de última hora. Este mesmo momento presente, vivido intensamente, é também marcado pelo senso do realismo e por uma inteligente capacidade de adaptação às condições climáticas, geográficas, culturais, sociais, políticas e econômicas.
Sem deixar de ser ele mesmo, saberá sensatamente adaptar-se às pessoas na sua diversidade, limites e valores. Saberá tirar proveito disso, mas sem manipular as coisas conforme as próprias conveniências. As respectivas exigências destas condições (do ambiente e das pessoas) são harmonizadas com as necessidades do indivíduo. O fato de estar numa determinada situação faz com que a realidade seja assumida assim como ela se apresenta, tentando de transformar o que for possível e assumir integrando na própria personalidade o que não é possível transformar.
Conviverá sem dramas com aqueles problemas que efetivamente ou momentaneamente não apresentam solução satisfatória. Não é um alguém que passa todo o tempo a se lamentar com expressões tais como: "deveria ser assim, ah se eu estivesse com outra pessoa ou noutro clima, ou noutra congregação, ou noutra vocação a situação seria melhor", etc. Noutras palavras, a pessoa não vive de fantasias, de ilusões, mas a partir da realidade tenta nela encarnar os valores que acredita. Tudo isso, portanto, não significa que haja uma adaptação ou uma adequação passiva do indivíduo ao ambiente como se ele fosse um fruto do meio ou um consumidor parasitário do que lhe é oferecido ou imposto.
O comportamento maduro nunca comportará atitudes masoquistas ou marcadas pelo vitimismo. Por isso, marcada por um comportamento resignado e apático, a pessoa imatura sente dificuldade na sua auto superação rumo a níveis mais altos de qualidade de vida, de amadurecimento e de efetivo crescimento.
Ao nível de inconsciente, quando não estamos atentos e inseridos no auto-conhecimento, nós colocamos sobre a nossa identidade as máscaras das quais os atores gregos faziam uso, quando representavam nas tragédias e interpretavam os vários personagens nas peças de teatro. Conforme era a máscara, da mesma forma era a voz e o comportamento. Aquele alguém interpretado não era o mesmo que o interpretava.
Quando o senso da verdade de quem somos não é claro ou atuante, colocamos a máscara nas nossas atitudes para corresponder às expectativas dos outros, especialmente das pessoas significativas. Vem à tona este duplo aspecto: o que os outros esperam de mim e aquilo que eu quero apresentar de mim mesmo aos outros. A imagem que o indivíduo quer apresentar de si mesmo é o que tantas vezes prevalece. Se esse desejo de agradar for exagerado, ele acabará sendo um alguém não somente fragilizado, como também condicionado por uma variedade de identidades.
Essa duplicidade ou multiplicidade de personalidades, atuadas conforme o momento ou a conveniência, gerará um terrível desgaste psicológico (com repercussões físicas e espirituais) gerando, assim, um notável desperdício de energia psíquica. Certos comportamentos trazem em si o desejo de externar uma boa imagem de si: o esforço de mostrar aos outros, o que se é capaz de fazer, tendo por alvo aumentar a credibilidade e por conseguinte reforçar a auto-estima.
O problema é que, quando as coisas começam a andar mal ou quando surgem as contradições e a vida com suas aparências sofrem riscos, a verdadeira realidade que estava submersa ou camuflada vem à baila; e se desmascara a mesma realidade que se tentou esconder.
Porém, como a pessoa ideal não existe e o mito do super-homem ou da mulher maravilha é uma tola ilusão, os limites ou os condicionamentos que estão por trás de certos comportamentos hão de aparecer talvez através de desagradáveis surpresas. Por isso, a segurança emotiva significa também reconhecer os próprios limites, assumi-los com humildade e realismo, importa integrar as sombras, ou seja os elementos negativos da personalidade. Negá-los, camuflá-los, encobri-los poderá gerar uma ilusão desgastante e nociva para a alegria e a serenidade.
CONTINUA...

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h11
::
:: Enviar esta mensagem

CONTINUAÇÃO...

Manter algo encoberto, sob a pressão implacável do medo nunca há de ser algo positivo. É bem verdade, que, para quem tem valores morais e éticos, e neles acredita, nunca deve desistir de vivê-los, nem deve, erroneamente, em nome da sinceridade, abraçar ou simplesmente viver em conformidade com os próprios impulsos ou as próprias inclinações quando estas revelarem contra-valores na sua forma de expressão. Esse senso da realidade levará a comportamentos equilibrados, balanceados e isento de destemperos, iluminado pelos ditames da razão e transfigurado pela fé. Portanto, nem o fracasso deprime, nem o triunfo leva a euforia.
A pessoa madura não idealiza as demais pessoas. Haverá de encará-las na sua realidade: podem errar de tantas formas e por tantos motivos conhecidos ou encobertos. Deste modo se evitará exigir dos outros aquilo que os outros efetivamente não podem oferecer.
Algumas limitações psicológicas ao nível de insegurança, como a rejeição de toda responsabilidade não deve ser considerada como virtude, mas fuga que nasce de um complexo de inferioridade. Certos medos de se expor ou medos de assumir certos riscos ou a fuga ao enfrentar alguns tipos de problemas pode revelar não tanto humildade, mas imaturidade. A meta de quem se comporta assim é manter-se numa tranqüilidade passiva, compreendida como fuga dos problemas, fuga obsessiva dos conflitos para salvaguardar uma dependência que a impeça de decidir e de pensar com a própria cabeça, assumindo as responsabilidades da decisão tomada.
O cuidado obsessivo de não turvar as águas, de não levantar poeira que leva à manutenção de uma «paz de cemitério», mesmo quando a verdade e o bem maior estejam em jogo, pode revelar um perigoso descaso e um comportamento infantil. Talvez se entenda como é perigoso este quadro de religiosos, consagrados e cristãos leigos que buscam na vida comunitária do matrimônio ou da vida consagrada um doce refúgio, um ninho acolhedor para esconder seus medos, seus traumas e recalques bem como acomodar sua frágil personalidade num lugar longe dos conflitos ou desafios desgastantes.
O mesmo princípio se pode aplicar no caso de pessoas que procuram a solidão ou o isolamento não por motivações nobres tais como a oração, a contemplação, a atividade intelectual, mas simplesmente para não enfrentar os desgastes e as exigências da convivência com os outros. E este fenômeno tem sido muito comum nos últimos tempos (não querer partilhar o próprio espaço físico, os próprios bens, as próprias idéias e sobretudo a própria vida).

Concluindo
Parece desafiante e exigente este projeto de maturidade. Talvez, por isso mesmo ele seja bom. Afinal, maturidade não se alcança dando saltos mágicos, mas dando passos, pacientemente, insistentemente. Os desafios serão sempre uma fonte inexaurível de crescimento e de estímulos para melhorar. Basta acreditar e investir.

Padre Antônio Marcos Chagas
Fonte: COMUNIDADE SHALOM



Veja mais:
Tenho confiado em Deus, ou em mim mesmo?

A verdadeira felicidade

A dor prepara o homem para a missão que Deus lhe confia

Padre Fábio de Melo fala da maturidade de uma amizade

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 09h10
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Oração, um trato de amizade com Deus
"A oração é um trato de amizade com Deus", nos ensina Santa Teresa. Adorar a Deus em espírito e em verdade é fazer a experiência de buscar o Senhor por amor, reconhecer que já não podemos caminhar sem esse amor. Ele nos seduziu, nos atraiu para si e a gora é impossível viver sem o seu amor.
Quando compus a música Juras de amor, meu coração estava inflamado de amor por Deus. Vivi a experiência do profeta Jeremias: "o Senhor me seduziu!" Minha alma e todo o meu ser não sabem fazer outra coisa senão amar a Deus.
O coração dos adoradores não tem outra motivação para a oração, senão o amor a Deus. É o amor a Deus que nos impulsiona, nos move. Adorar é, portanto um diálogo de amor. A adoração é um Dom de Deus e não um esforço nosso. O primeiro passo sempre é de Deus. É ele quem toma a iniciativa de estar conosco, de se relacionar conosco para estabelecer uma relação íntima, de amizade. Por isso, a adoração não só é um desejo do nosso coração, mas, mais do que isto, é um desejo de Deus.
Seu irmão, Pe. Jonas


Vivamos este dia com coragem
Deus vem em nosso auxílio sempre, e precisamos invocar em nossa defesa o santo nome de Jesus.
Mesmo que no dia de hoje você já tenha acordado cansado(a) e abatido(a), cheio(a) de preocupações com este dia de hoje, não pare nisso, ao contrário, peça a Jesus que venha em seu auxílio e lhe dê forças para viver bem este dia.
Não podemos nunca supervalorizar um problema, como se ele tivesse a última palavra na nossa vida, porque a última palavra quem deve ter é Jesus, que morreu e se entregou na cruz por amor a cada um de nós.
"Amo o Senhor porque escuta o clamor da minha prece. Pois inclinou para mim seu ouvido no dia em que eu invocava" ( Sl 116,1-2).
Jesus, ensina-nos a confiar no Senhor ao longo de todo este dia.
Jesus, eu confio em vós!
Luzia Santiago


Quais as escolhas mais importantes que já fiz na vida?
Que bom que vamos amadurecendo e aprendendo a escolher de maneira cada vez mais ajustada à pessoa que somos! É exatamente neste aspecto - a consciencia sobre quem eu sou - que está a grande sacada.
Preste atenção!
Eu e você precisamos aprender a pensar no fururo de um modo mais inteligente. Temos sido cada vez mais pressionados a conceber a vida como um único momento e nada maisnão é mesmo? Grande engano!
Por isso, na hora da escolha, por favor, além de pensar sobre quem você é - o que já é super importante - reflita profundamente sobre a pessoa que você deseja se tornar.
Provavelmente, foi em horas como estas, que você fez as escolhas mais acertadas de sua vida, não foi?
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá.


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h54
::
:: Enviar esta mensagem

Cura da Afetividade e da Sexualidade

A Bíblia nos conta que Tobit, pai de Tobias, pediu a seu filho para que fizesse uma viagem a uma terra muito distante e, para isso, pediu que ele procurasse alguém para acompanhá-lo. Foi quando Deus, na sua bondade, providenciou um companheiro que, mais tarde, iria se revelar: era o próprio Arcanjo Rafael.
Foi Rafael quem conduziu Tobias até a casa de Ragüel, pai de Sara, com quem Tobias se casou.
O livro de Tobias tem apenas 14 capítulos e vale a pena conferirmos toda a história. Já deixo aqui o convite.
Quem já leu, sabe que Sara foi atormentada por um espírito chamado Asmodeu (separador de casais) e por isso ela nunca conseguiu consumar o matrimônio, pois em todas as tentativas, este espírito matava aquele que seria seu fututo esposo.
Meditando esta história que relata uma linda intervenção de Deus, o que eu quero destacar, é exatamente a presença do anjo Rafael, conhecido como o anjo da cura e a importância fundamental que ele teve na vida de Sara e Tobias.
O Senhor nos quer totalmente curados e libertos para vivermos relacionamentos afetivos e sexuais que agradem o seu coração e não como nós temos visto por aí: pessoas se envolvendo sem nenhum compromisso, não respeitando mais a castidade, vivendo numa depravação total.
Assim como Deus ouviu a prece de Tobias e depois o grande clamor de Sara concedendo-lhe a libertação daquele espírito, hoje de maneira muito especial ele quer restaurar a nossa afetividade e a nossa sexualidade.
O Senhor operou esse milagre na minha vida e eu quero testemunhar aqui que é possível essa graça acontecer na sua também.
Na adolescência, devido às carências da minha história acabei me envolvendo com muitos “falsos amigos” e fui buscar os prazeres que o mundo oferece para preencher o vazio que havia em mim. Consequentemente vivi muitos namoros desregrados e me machuquei bastante na minha sexualidade.
Quando Deus entrou de cheio na minha história, depois de quase ter morrido por causa das consequências de todas as coisas erradas que eu fazia, precisei tomar uma atitute bem radical no que diz respeito à minha sexualidade.
Quem passou por isso, sabe que depois de ter vivido tudo com tanta intensidade, o quanto é difícil lutar contra os desejos carnais porque o corpo cria aquela dependência do sexo. Comecei então a me mortificar e a fazer penitências. Precisava evitar todas as ocasiões de queda; era consciente das minhas fraquezas. Além das penitências, buscava sempre a confissão e me aproximava mais e mais de Deus. Aos poucos, com esses sacrifícios, Deus foi fazendo toda a libertação necessária e com a graça dele passei dos meus 16 anos até vir para a Canção Nova sempre lutando muito para viver a castidade e depois de um anos aqui, na fidelidade do Senhor, ele também colocou um anjo na minha vida.
Assim como São Rafael conduziu Tobias à Sara, o próprio Deus enviou a mim, o Fábio que hoje é meu esposo. Ele como Tobias, sempre teve uma vída íntegra e nunca viveu relacionamentos desregrados na sexualidade. E como Tobias foi o instrumento de cura na vida de Sara o Fábio foi e tem sido na minha.
Seja qual for a sua história, independente de você ser homem ou mulher, ter se ferido ou não, hoje o Senhor quer te levar a uma experiência de restauração.
Não sei se você estará no acampamento PHN ou não, mas caso não possa estar, acompanhe pela tv, pela rádio, pela internet e deseje profundamente a restauração de Deus na vida.
Se você leu esse artigo e foi tocado através da libertação que o Senhor fez em mim, também quanto às lutas que eu vivi para que toda essa graça acontecesse e deseja partilhar agora, pedir oração, não tenha receio. Se você deseja isso, já é um grande sinal daquilo que Ele vai fazer na sua vida. Deixa sua partilha ou seu testemunho registrados aqui.
Esteja atento (a) aos anjos que Deus coloca no seu caminho e não tenha medo de buscar ajuda, de se abrir.
Confia no Senhor e ele tudo fará!
Estou rezando por você, pedindo a intercessão do amigo São Rafael pela cura de Deus na sua história.
A partir de hoje, vida nova! PHN


Reze comigo a oração de São Rafael
Poderoso arcanjo Rafael, vós que estais sempre vigilante diante da face do Deus Altíssimo, que vos dignastes orientar Tobias para chegar a um feliz casamento, que nos prevenistes que o demônio Asmodeu, que fez morrer os sete noivos de Sara,
ainda hoje se intromete nas famílias que se afastam dos mandamentos de Deus e este espírito maligno que desmancha a felicidade do casal e desune os membros da família eu vos peço, guiai os jovens namorados, orientai os casais de noivos para cheguem a um feliz casamento; sede sentinela vigilante à porta de todos os lares cristãos para impedir a entrada do mau espírito da desconfiança, da desarmonia, da discórdia, da infidelidade, do ciúme e do ódio. São Rafael, fazei reinar em nossas famílias o amor, o respeito
e a compreensão entre esposo e esposa e entre pais e filhos; fazei florescer a verdadeira felicidade em todos os lares. São Rafael,
abençoai-nos e defendei-nos. Amém. Um abraço forte!


Por:Eliana Ribeiro
Fonte:LEIA TODOS OS DIAS NOVAS MENSAGENS NA PAGINA DA ELIANA RIBEIRO

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h38
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Celebrar a vida!
Jesus diz: "Bem-aventurados os vossos olhos porque vêem, ditosos os vossos ouvidos porque ouvem" (Mateus 13:16).
Com isso, o Senhor declara que muitos olham, mas não vêem; ouvem, mas não escutam. Pois há uma diferença entre escutar e ouvir. Então "bem-aventurados os vossos olhos porque vêem, ditosos os vossos ouvidos porque ouvem. "Eu vos declaro em verdade: muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes e não o viram, ouvir o que ouvis e não ouviram (Mateus 13:16-17).
Nós ainda não somos capazes de perceber a riqueza que Deus nos deu: a vida! Nós literalmente "nadamos" em graças e milagres o tempo todo, assim como a criança está no ventre da mãe dentro daquele líquido amniótico , que é nutritivo e tem tudo o que necessita para crescer e sobreviver até nascer. Nós vivemos assim, nós nadamos nas maravilhas de Deus, igualzinho à criança que mexe e que se remexe. Nós nadamos nas riquezas e graças de Deus, nos prodígios e maravilhas d'Ele!
Hoje quero convidar você a celebrar o dom da sua vida! Celebrar tudo de bom que o Senhor tem feito por todos nós! Somos feitos para amar, louvar, adorar e reconhecer tudo o que o Senhor faz por nós. Por isso, é preciso viver todas essas graças em plenitude. E para vivê-las bem é preciso ter fé, confiança e gratidão por tudo o que o Senhor nos dá, principalmente pelo próprio dom da vida.
Toda honra e glória sejam dadas ao Nosso Senhor Jesus Cristo!
Seu irmão,Pe. Jonas Abib


A verdadeira felicidade
Como você definiria felicidade? Algumas pessoas dizem ser o prolongamento do prazer ou um estado constante, quase permanente, de alegria, euforia, contentamento. Porém o que pode parecer objeto de felicidade para alguns não o é em absoluto para outros.
O certo é que a maioria das pessoas busca estar o máximo de tempo possível neste estado de felicidade. Muitos descrevem só encontrar a felicidade por meio da aquisição de bens materiais, isto é, ganhar muito dinheiro e poder realizar seus sonhos de consumo.
Afinal, ter dinheiro pode tornar uma pessoa feliz? De fato, estudos comprovam que o dinheiro pode contribuir para a melhoria dos níveis de satisfação, mas só por algum tempo. A euforia dos que ganham grandes boladas, subitamente, geralmente não dura mais que dois anos. E aqueles que já nasceram em berço de ouro já não dão tanta importâPsicóloga CRP 06-69253
Membro da Comunidade de Aliança Canção Nova.
e-mail: maracn@itelefonica.com.brncia assim a isso.
Pesquisas também revelam que a felicidade tem pouco a ver com a riqueza ou com outros fatores externos. Elas revelam até mesmo o contrário: pessoas felizes demonstram menos dependência de bens materiais ou de circunstâncias externas. O segredo dessas pessoas é não se apoiar na busca ininterrupta de prazer ou mesmo na felicidade instalada no futuro ou no passado, mas na vivência do presente, e como dizia Comte-Sponville: A sabedoria é viver de verdade, em vez de esperar viver.
Elizabeth Lukas* diz que não é preciso experimentos onerosos para entender que uma pessoa só consegue ser feliz com a ajuda de outras pessoas. Estatísticas revelam que o bem-estar geral das pessoas que vivem em par ou em família é muito maior. Nem o trabalho, nem a profissão, tampouco as metas individuais, nem mesmo as amizades e os conhecimentos compensam o que a união familiar e a religião oferecem ao ser humano.
E abrindo-se ao relacionamento, isto é, não temendo se doar é que a felicidade acontece. É próprio da natureza humana precisar do outro para ser feliz, pois a felicidade é uma porta que se abre para fora, quanto mais se tenta puxar para si, mais fechada ficará.

* (Elizabeth Lukas é psicóloga, e autora de vários livros, dentre os quais "La felicidad en la familia" no qual é abordado o tema tratado neste artigo).
Por:Mara Silvia Martins Lourenço


Eu tenho uma fé ingênua? - Felizes aqueles que crêem ser ter visto
Tendo como referência o Evangelho de São João 20,24-29, o padre explicava que existem dois tipos de fé. Uma é a fé racional, aquela que acontece no dia-a-dia, em que acreditamos no que vai acontecer pelos meios naturais da vida, coisas que nosso raciocínio é capaz de prever. A outra é a fé sobrenatural, aquela que cremos sem ter visto, como afirmou Jesus no fim do Evangelho: "Creste porque me vistes. Felizes aqueles que crêem ser ter visto".
Jesus deu a Tomé a oportunidade de experimentar a fé sobrenatural, aquela como já dizia um santo da Igreja: Fé, é crer naquilo que não se vê. Infelizmente, Tomé desperdiçou a chance de tocar no invisível. Mas não foi somente ele que a desperdiçou, também os outros discípulos não ousaram crer de forma sobrenatural.
No versículo 25, João narra que foram os próprios discípulos que afirmaram ter visto o Senhor. Vimos o Senhor. Aliás, a grande dor de Jesus foi perceber que depois da morte dEle todos os discípulos fugiram, cada um voltou para sua vida antiga. Pedro, Tomé, Natanael e alguns outros discípulos foram pescar, e Cristo teve de ir lá buscá-los.
No caminho de Emaús, Cléofas e um outro discípulo nem sequer se aperceberam que o Senhor caminhava com eles. Foi preciso que Ele partisse o pão para que O enxergassem, e assim, aconteceu com todos os outros.
Enfim, é bom refletirmos que tipo de fé temos: Uma fé que nos faz crer no impossível, no sobrenatural, ou uma fé natural em que somente acreditamos se pudermos tocar com os dedos ou se estiver ao alcance do nosso raciocínio?
Por:Marcelo Pereira


Deus nos ama incondicionalmente
Eis o que Deus fala a você em Efésios 2,1-10.
Esta é uma Palavra esclarecedora: coloca nosso pé como que fincado no chão para que possamos nos apoiar nela.
Esse era o nosso passado se Deus não tivesse intervindo na nossa vida. Você não é pecador porque peca; você só peca porque nasceu pecador, essa é uma limitação humana.
Se nós não temos uma intervenção de Deus, a nossa tendência ao longo da vida é ir alimentando essa carne que quer o pecado. Se o pecado fosse ruim, ninguém pecava. A carne deseja pecar, mas nós não podemos viver somente por ela [carne], porque isso acaba, pois a carne se satura, se cansa. Ela [carne] foi feita para acabar, mas lá dentro existe uma alma, e esta foi feita para a eternidade. O que você quer alimentar? A carne que vai acabar ou a alma que vai durar por toda a eternidade?
Nós não somos merecedores disso, mas atuação de Deus na nossa vida é de graça. E nós não estamos acostumados a ser tratados assim. Estamos acostumados com um amor que impõe condições. Dizemos assim: se você for fiel eu vou amá-lo a vida toda. No entanto, somos amados incondicionalmente por Deus, que nos ama de graça.
Quando nos deixamos ser amados por Deus, então, conseguimos amar assim também. Esse amor está muito presente no coração das mães. É próprio do coração delas, que amam incondicionalmente os filhos.
Quando estávamos mortos no pecado, entregues às paixões da carne, Deus nos amou para provar o infinito amor que Ele tem por nós. Para provar por todos os séculos, que virão, que o amor dEle não se deixa vencer por nada neste mundo.
Você pode sair do pecado! Viva a Palavra de Deus que salva e da coragem a cada um de nós.

Dunga - Missionário da Comunidade Canção Nova


Fonte:FORMAÇÃO

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h30
::
:: Enviar esta mensagem

A misericórdia e o pecado

O Evangelho é a revelação, em Jesus Cristo, da misericórdia de Deus para com os pecadores. O anjo anuncia a José: "Tu chamarás com o nome de Jesus, pois ele salvará seu povo de seus pecados" (Mt 1,21). O mesmo se dá com a Eucaristia, sacramento da redenção: "Isto é o meu sangue, o sangue da aliança, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados" (Mt 26,28). (CIC 1846).
"Deus nos criou sem nós, mas não quis salvar-nos sem nós." Acolher sua misericórdia exige de nossa parte a confissão de nossas faltas. "Se dissermos: 'Não temos pecado', enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos nossos pecados, Ele, que é fiel e justo, perdoará nossos pecados e nos purificará de toda injustiça" (1Jo 1,8-9). (CIC 1847).
Como afirma S. Paulo: "Onde avultou o pecado, a graça superabundou" (Rm 5,20). Mas, para realizar seu trabalho, deve a graça descobrir o pecado, a fim de converter nosso coração e nos conferir "a justiça para a vida eterna, por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor" (Rm 5,21). Como o médico que examina a ferida antes de curá-la, assim Deus, por sua palavra e por seu Espírito, projeta uma luz viva sobre o pecado.
A conversão requer que se lance luz sobre o pecado; ela contém em si mesma o julgamento interior da consciência. Pode-se ver nisso a prova da ação do Espírito de verdade no mais íntimo do homem, e isso se torna ao mesmo tempo o início de um novo dom da graça e do amor: "Recebei o Espírito Santo". Assim, nesta ação de "lançar luz sobre o pecado" descobrimos um duplo dom: o dom da verdade da consciência e o dom da certeza da redenção. O Espírito de verdade é o Consolador. (CIC 1848).

A definição do pecado
O pecado é uma falta contra a razão, a verdade, a consciência reta; é uma falta ao amor verdadeiro para com Deus e para com o próximo, por causa de um apego perverso a certos bens. Fere a natureza do homem e ofende a solidariedade humana. Foi definido como "uma palavra, um ato ou um desejo contrários à lei eterna". (CIC 1849).
O pecado é ofensa a Deus: "Pequei contra ti, contra ti somente; pratiquei o que é mau aos teus olhos" (Sl 51,6). O pecado ergue-se contra o amor de Deus por nós e desvia dele os nossos corações. Como o primeiro pecado, é uma desobediência, uma revolta contra Deus, por vontade de tornar-se "como deuses", conhecendo e determinando o bem e o mal (Gn 3,5). O pecado é, portanto, "amor de si mesmo até o desprezo de Deus". Por essa exaltação orgulhosa de si, o pecado é diametralmente contrário à obediência de Jesus, que realiza a salvação. (CIC 1850).
É justamente na paixão, em que a misericórdia de Cristo vai vencê-lo, que o pecado manifesta o grau mais alto de sua violência e de sua multiplicidade: incredulidade, ódio assassino, rejeição e zombarias da parte dos chefes e do povo, covardia de Pilatos e crueldade dos soldados, traição de Judas, tão dura para Jesus, negação de Pedro e abandono da parte dos discípulos. Mas, na própria hora das trevas e do príncipe deste mundo, o sacrifício de Cristo se toma secretamente a fonte de onde brotará inesgotavelmente o perdão de nossos pecados. (CIC 1851).

A diversidade dos pecados
A variedade dos pecados é grande. As Escrituras nos fornecem várias listas. A Carta aos gálatas opõe as obras da carne ao fruto do Espírito: "As obras da carne são manifestas: fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçaria, ódio, rixas, ciúmes, ira, discussões, discórdia, divisões, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos previno, como já vos preveni: os que tais coisas praticam não herdarão o Reino de Deus" (Gl 5,19-21)". (CIC 1852).
Pode-se distinguir os pecados segundo seu objeto, como em todo ato humano, ou segundo as virtudes a que se opõem, por excesso ou por defeito, ou segundo os mandamentos que eles contrariam. Pode-se também classificá-los conforme dizem respeito a Deus, ao próximo ou a si mesmo; pode-se dividi-los em pecados espirituais e carnais, ou ainda em pecados por pensamento, palavra, ação ou omissão. A raiz do pecado está no coração do homem, em sua livre vontade, segundo o ensinamento do Senhor: "Com efeito, é do coração que procedem más inclinações, assassínios, adultérios, prostituições, roubos, falsos testemunhos e difamações. São estas as coisas que tomam o homem impuro" (Mt 15,19-20). No coração reside também a caridade, princípio das obras boas e puras, que o pecado fere. (CIC 1853).

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h38
::
:: Enviar esta mensagem

CONTINUAÇÃO...

A gravidade do pecado: pecado mortal e venial
Convém avaliar os pecados segundo sua gravidade. Perceptível já na Escritura, a distinção entre pecado mortal e pecado venial se impôs na tradição da Igreja. A experiência humana a corrobora. (CIC 1854).
O pecado mortal destrói a caridade no coração do homem por uma infração grave da lei de Deus; desvia o homem de Deus, que é seu fim último e sua bem-aventurança, preferindo um bem inferior.
O pecado venial deixa subsistir a caridade, embora a ofenda e fira. (CIC 1855).
O pecado mortal, atacando em nós o princípio vital, que é a caridade, exige uma nova iniciativa da misericórdia de Deus e uma conversão do coração, que se realiza normalmente no sacramento da Reconciliação:
Quando a vontade se volta para uma coisa contrária à caridade pela qual estamos ordenados ao fim último, há no pecado, por seu próprio objeto, matéria para ser mortal, quer seja contra o amor de Deus, como a blasfêmia, o perjúrio, etc., quer seja contra o amor ao próximo, como o homicídio, o adultério, etc. Por outro lado quando a vontade do pecador se dirige às vezes a um objeto que contém em si uma desordem, mas não é contrário ao amor a Deus e ao próximo, como por exemplo palavra ociosa, riso supérfluo, etc., tais pecados são veniais. (CIC 1856).
Para que um pecado, seja mortal requerem-se três condições ao mesmo tempo: "E pecado mortal todo pecado que tem como objeto uma matéria grave, e que é cometido com plena consciência e deliberadamente". (CIC 1857).
A matéria grave é precisada pelos Dez mandamentos, segundo a resposta de Jesus ao jovem rico: "Não mates, não come-tas adultério, não roubes, não levantes falso testemunho, não dó fraudes ninguém, honra teu pai e tua mãe" (Mc 10,19). A gravidade dos pecados é maior ou menor: um assassinato é mais grave que um roubo. A qualidade das pessoas lesadas é levada também em consideração. A Violência exercida contra os pais é em mais grave que contra um estranho. (CIC 1858).
O pecado mortal requer pleno conhecimento e pleno consentimento. Pressupõe o conhecimento do caráter pecaminoso do ato, de sua oposição à lei de Deus. Envolve também um consentimento suficientemente deliberado para ser uma escolha pessoal. A ignorância afetada e o endurecimento do coração não diminuem, antes aumentam, o caráter voluntário do pecado. (CIC 1859).
A ignorância involuntária pode diminuir ou até escusar a imputabilidade de uma falta grave, mas supõe-se que ninguém ignora os princípios da lei moral inscritos na consciência de todo ser humano. Os impulsos da sensibilidade, as paixões podem igualmente reduzir o caráter voluntário e livre da falta, como também pressões exteriores e perturbações patológicas. O pecado por malícia, por opção deliberada do mal, é o mais grave. (CIC 1860).
O pecado mortal é uma possibilidade radical da liberdade humana, como o próprio amor. Acarreta a perda da caridade e a privação da graça santificante, isto é, do estado de graça. Se este estado não for recuperado mediante o arrependimento e o perdão de Deus, causa a exclusão do Reino de Cristo e a morte eterna no inferno, já que nossa liberdade tem o poder de fazer opções para sempre, sem regresso. No entanto, mesmo podendo julgar que um ato é em si falta grave, devemos confiar o julgamento sobre as pessoas à justiça e à misericórdia de Deus. (CIC 1861).
Comete-se um pecado venial quando não se observa, em matéria leve, a medida prescrita pela lei moral, ou então quando se desobedece à lei moral em matéria grave, mas sem pleno conhecimento ou sem pleno consentimento. (CIC 1862).
O pecado venial enfraquece a caridade; traduz uma afeição desordenada pelos bens criados; impede o progresso da alma no exercício das virtudes e a prática do bem moral; merece penas temporais. O pecado venial deliberado e que fica sem arrependimento dispõe-nos pouco a pouco a cometer o pecado mortal. Mas o pecado venial não quebra a aliança com Deus. É humanamente reparável com a graça de Deus. "Não priva da graça santificante, da amizade com Deus, da caridade nem, por conseguinte, da bem-aventurança eterna."
O homem não pode, enquanto esta na carne, evitar todos os pecados, pelo menos os pecados leves. Mas esses pecados chamados leves, não os consideras insignificantes: se os consideras insignificantes ao pesa-los, treme ao conta-los. Um grande número de objetos leves faz uma grande massa; um grande número de gotas enche um rio; um grande número de grãos faz um montão. Qual é então a nossa esperança? Antes de tudo a confissão... (CIC 1863).
"Todo pecado, toda blasfêmia será perdoada aos homens, mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada" (Mt 12,31). Pelo contrário, quem a profere é culpado de um pecado eterno. A misericórdia de Deus não tem limites, mas quem se recusa deliberadamente a acolher a misericórdia de Deus pelo arrependimento rejeita o perdão de seus pecados e a salvação oferecida pelo Espírito Santo. Semelhante endurecimento pode levar à impenitência final e à perdição eterna. (CIC 1864).

A proliferação do pecado
O pecado cria uma propensão ao pecado; gera o vício pela repetição dos mesmos atos. Disso resultam inclinações perversas que obscurecem a consciência e corrompem a avaliação concreta do bem e do mal. Assim, o pecado tende a reproduzir-se e a reforçar-se, mas não consegue destruir o senso moral até a raiz. (CIC 1865).
Os vícios podem ser classificados segundo as virtudes que contrariam, ou ainda ligados aos pecados capitais que a experiência cristã distinguiu seguindo S. João Cassiano e S. Gregório Magno. São chamados capitais porque geram outros pecados, outros vícios. São o orgulho, a avareza, inveja, a ira, a impureza, a gula, a preguiça ou acídia. (CIC 1866).
A tradição catequética lembra também que existem "pecados que bradam ao céu". Bradam ao céu o sangue de Abel, o pecado dos sodomitas; o clamor do povo oprimido no Egito; a queixa do estrangeiro, da viúva e do órfão; a injustiça contra o assalariado. (CIC 1867).
O pecado é um ato pessoal. Além disso, temos responsabilidade nos pecados cometidos por outros, quando neles cooperamos:
Participando neles direta e voluntariamente;
Mandando, aconselhando, louvando ou aprovando esses pecados;
Não os revelando ou não os impedindo, quando o somos obrigados;
Protegendo os que fazem o mal. (CIC 1868).
Assim, o pecado toma os homens cúmplices uns dos outros, faz reinar entre eles a concupiscência, a violência e a injustiça. Os pecados provocam situações sociais e instituições contrárias à bondade divina. As "estruturas de pecado" são a expressão e o efeito dos pecados pessoais. Induzem suas vítimas a cometer, por sua vez, o mal. Em sentido analógico, constituem um "pecado social". (CIC 1869).

Por: Peterson Maximiano de Souza

Fonte: www.veritatis.com.br

Veja mais:
Apresente a Deus seu clamor

A importância dos amigos de Deus na nossa vocação-
É preciso cultivar partilhas profundas


HOSTISITE DO CD FOLHA EM BRANCO DE DIEGO FERNANDES

Vamos invocar o sangue de Cristo?


Férias no ritmo de Deus


Papa exorta à caridade

Mulher perdoa mãe, após 54 anos de rancor

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h38
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Perdoar não é esquecer, mas lembrar sem sentir dor
Ame seu familiar e seu próximo, apesar de todas as brigas que houve entre vocês. Ame apesar das decepções e revoltas causadas por um irmão que foi injusto com você, que o desprezou, o lesou, o ofendeu, causando-lhe prejuízo econômico e prejuízo à sua honra, que falou mal de você, embora fosse seu irmão. Pelas decepções por causa de herança e terra, entre outros.
Às vezes, irmãos e cunhados brigam entre si até por causa do cachorro. O problema com o animal passa, mas fica a decepção, a inimizade, enquanto o cachorro está belo e folgado.
Impressionante: no perdão está a raiz de tudo! Derrama, Senhor, sobre cada um de meus irmãos a decisão de perdoar e amar. Não temos o direito de ficar magoados com as pessoas que nos ofenderam e nos feriram. Não podemos ficar ressentidos e desejar o mal a essas pessoas, porque fizeram algo errado. Se agirmos assim, estaremos nos matando. Pois quando não perdoamos, nós estamos literalmente nos asfixiando. Não se trata de ter o direito de não perdoar, porque foi o outro que errou. O direito que nós temos é o de viver, não o de morrer. E o ressentimento mata! Mata a alma e o corpo.
Precisamos estar com o coração totalmente aberto para que a graça divina flua abundantemente. É preciso ter a coragem de vencer os ressentimentos, as mágoas, a traição e a raiva. É necessário romper com todos esses sentimentos negativos. Eles geram doença; geram a morte!
Seu irmão,Padre Jonas Abib


A misericórdia assemelha-nos a Deus
"Quando sinceramente nos consideramos nada, quando compreendemos que, sem o auxílio divino, a mais débil e fraca das criaturas seria melhor que nós; quando nos reconhecemos capazes de todos os erros e de todos os horrores; quando nos reconhecemos pecadores, embora lutemos com empenho por afastar-nos de tantas infidelidades, como havemos de pensar mal do nosso próximo e até mesmo de tratá-lo com indiferença?"
A misericórdia leva-nos a compreender a todos, conviver com todos, desculpar a todos; a não criar divisões nem barreiras; a comportarmo-nos sempre como instrumentos de unidade.
"Eu vos dou novo preceito: que vos ameis uns aos outros, como Eu vos tenho amado" (Jo 13,34).
No mais profundo do nosso ser, existe uma aspiração forte à paz, à união com nossos semelhantes, ao mútuo respeito dos direitos da pessoa, de maneira que esse respeito se transforme em serviço ao próximo, livre e desinteressado. Peçamos a graça ao Senhor, de sermos misericordiosos ao máximo com o nosso próximo mais próximo.
Jesus, eu confio em vós!
Luzia Santiago


Parece que tudo vai de mal a pior! Por que será?
É que o mundo insiste em oferecer soluções fáceis para problemas difíceis. Diante da Aids, por exemplo, ele orienta como solução o uso da camisinha; para solucionar os sérios problemas de relacionamento entre um casal, a melhor saída apontada por ele seria o divórcio; e assim por diante.
Maior problema é quando nós também, assim como que por osmose, acabamos por acolher tais soluções, achando que a vida é assim mesmo. Como resultado dessas escolhas os frutos aparecerão mais cedo ou mais tarde, e é sempre mais fácil dizer que a culpa é de alguém!
Atenção! É bem possível que você vá muito mal porque esteja insistindo nessas soluções fáceis, quando o assunto exige mais de você! Quem segue assim está na contramão da felicidade!
Valei-me, São José!
Com carinho e orações,Seu irmão, Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h20
::
:: Enviar esta mensagem

Numerologia, Bíblia e Igreja - A fé cristã consiste em confiar em Deus

Uma das modas dos últimos anos é mudar alguma letra do nome para melhorar a sorte. Também aumenta o número de pessoas que consultam o melhor número para realizar suas atividades. Essas práticas demonstram a crença de que os números, e as letras associadas a eles, têm a força para revelar aquilo que queremos saber sobre nossas necessidades e também influenciar o futuro. Chama-se a isso de numerologia.
Numerologia é o estudo qualitativo dos números aplicados ao ser humano. Também são utilizadas as letras do alfabeto, convertendo-as em números por meio de uma tabela e assim determinando um valor numérico para nomes.
Para a numerologia, os números ou letras nos dizem como somos, com o que viemos a este mundo e qual será o nosso destino. Trata-se de um método de predição do futuro. Existem diversos métodos de adivinhação que também usam a numerologia: Tarô, Cabala, I Ching, entre outros.
A numerologia tem duas crenças básicas: a vida é cíclica e não linear, e o mundo é dinâmico, está vivo, e tudo que está nele também vibra com sua energia. Os números simbolizariam esse fluxo cíclico de energia e os padrões da vida. Desse modo, cada número teria sua própria vibração e representaria caráter, poder, potencial e oportunidades. Para a numerologia, o poder e o potencial de tudo na natureza, incluindo nós mesmos, é mais bem compreendido mediante o estudo detalhado dos números.
A numerologia tem suas raízes no ocultismo e está ligada a antigas artes adivinhatórias. A adivinhação é a pretensão de prever as coisas futuras e ocultas. Pretende descobrir aquilo que pertence somente a Deus. Em diversas ocasiões Israel usou desse recurso, desobedecendo à Palavra de Deus:
"Fez passar pelo fogo seus próprios filhos no vale de Beninom; entregou-se à astrologia, à adivinhação e à magia, praticou a necromancia e a bruxaria, e multiplicou-se atos que desagradam ao Senhor, provocando-lhe assim a ira". (2 Cr 33,6)
"Não escuteis, portanto, vossos profetas e adivinhos, nem vossos vaticinadores, astrólogos, e feiticeiros que vos disseram que não sereis sujeitos ao rei da Babilônia". (Jr 27,9)
Desde o início, o Cristianismo manteve a proibição da prática de adivinhação. Os Concílios de Vanes (461), de Adge (506) e de Orleans (511) excomungaram os adivinhos de qualquer tipo. O Catecismo da Igreja Católica, nº 2115, ensina que o verdadeiro católico professa a certeza de que seu futuro está seguro em Deus.
Deus pode revelar o futuro a seus profetas ou a outros santos. Todavia, a atitude cristã correta consiste em se entregar com confiança nas mãos da providência no que tange ao futuro e em abandonar toda curiosidade doentia a este respeito. A imprevidência pode ser uma falta de responsabilidade.


Artigo extraído do livro "Católico pode ou não pode? Por quê?" de Padre Alberto Gambarini, Edições Loyola, 2005.


Veja mais:

O respeito sem medo - O que se lucra com técnicas opressivas?

A filosofia é uma ciência!

A Oração do Casal

CATÓLICOS, voltem a enxergar!!!

Lição de vida

Pantocrator: O que é? Descubra clicando aqui!

Presidente da R.C.C fala da principais mudanças do movimento na Igreja

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h56
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Jesus, o pão da vida
Jesus se dá em Sua Palavra e, de modo especial, na Eucaristia. Ele se dá também na pessoa do irmão, apresenta-se de mil maneiras, porque quer nos alcançar. Esse é o anseio do Senhor! Ele é Salvador e sabe que a vida eterna, que está em nós, em embrião , precisa ser alimentada. É Ele o pão, o alimento da vida. Por isso se dá a todos nós, esquecendo-se de Si mesmo.
Vivi uma experiência inesquecível há algum tempo. Num encontro onde estive pregando, durante a Santa Missa, enquanto distribuía a comunhão, percebi uma alergia muito intensa na mão de uma pessoa enquanto ela se dirigia a mim para receber a Eucaristia. No momento em que coloquei a Hóstia Consagrada em sua mão, a alergia desapareceu. Durante todo o restante do Rito da Comunhão fiquei me perguntando: "Senhor, o que vi foi mesmo real ou foi impressão minha? O Senhor a curou?"
Após a comunhão, durante uma oração de cura, comecei a orar pelos fiéis e tive a coragem de anunciar aquela cura. Falei em voz alta: "Onde você estiver, manifeste-se e mostre para as pessoas a sua mão". A resposta dela foi imediata. Com lágrimas nos olhos, a pessoa mostrou a todos sua mão curada!
A Eucaristia é como um remédio que temos de tomar constantemente até ficarmos curados.
Você também é chamado a ser como Jesus; a não viver para si mesmo, mas sim, se dar para que muitos tenham vida e a tenham em abundância. O que Jesus quer é que cada um, por mais pobre que seja, reparta com seu irmão o pão seja ele material ou espiritual que recebeu.
Assim, como Jesus disse: "Eu sou o pão da vida", também nos diz: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura: Do seu interior manarão rios de água viva" (João 7,37c-38). Esse é mais um significado para que entendamos quem é o Senhor. Como toda a vida as plantas, os animais, nós e toda a terra precisa de água, assim também nossa alma precisa dessa Água Viva, que é vida.
E aquele que acredita em Jesus, que O acolhe, que recebe essa Água Viva torna-se também fonte dessa mesma água. Peça ao Espírito Santo que o ilumine para que você possa atrair muitos para Jesus, sendo caminho para muitos chegarem até Ele.
Seu irmão,Padre Jonas Abib


Rejeitemos todas as coisas que nos separam de Jesus
"Longe de nós a indiferença ante a benignidade de Cristo. Se agisse conosco da maneira como fazemos, estaríamos perdidos. Por isto, feitos seus discípulos, aprendamos a viver de acordo com o cristianismo. Quem se faz chamar por nome diferente, não é de Deus.
Rejeitai, pois, o mau fermento, velho e azedo, e mudai-vos com a força do novo fermento, que é Jesus Cristo. Salgai-vos n'Ele para que nenhum de vós se corrompa, porque pelo cheiro seríeis descobertos" (Santo Inácio de Antioquia).
Peçamos ao Espírito Santo que nos ajude a caminhar e viver no Senhor todos os dias da nossa vida.
Jesus, eu confio em Vós!
Luzia Santiago


Parece que tudo vai de mal a pior! Por que será?
É que o mundo insiste em oferecer soluções fáceis para problemas difíceis. Diante da Aids, por exemplo, ele orienta como solução o uso da camisinha; para solucionar os sérios problemas de relacionamento entre um casal, a melhor saída apontada por ele seria o divórcio; e assim por diante.
Maior problema é quando nós também, assim como que por osmose, acabamos por acolher tais soluções, achando que a vida é assim mesmo. Como resultado dessas escolhas os frutos aparecerão mais cedo ou mais tarde, e é sempre mais fácil dizer que a culpa é de alguém!
Atenção! É bem possível que você vá muito mal porque esteja insistindo nessas soluções fáceis, quando o assunto exige mais de você! Quem segue assim está na contramão da felicidade!
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, seu irmão,Ricardo Sá


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 08h45
::
:: Enviar esta mensagem

Sangue de Cristo, inebriai-me - Um estado de alegria, que vivifica a alma

A famosa oração de Santo Inácio de Loyola, Alma de Cristo, atribui ao Sangue de Jesus um efeito inebriante: "Alma de Cristo, santificai-me; Corpo de Cristo, salvai-me; Sangue de Cristo, inebriai-me...". A oração tornou-se patrimônio da piedade católica, sendo sugerida no Missal Romano como ação de graças após a Missa.
O termo, certamente, guarda relação com o efeito inebriante do vinho, sinal sacramental do Sangue do Senhor, mas a expressão não deixa de ser inquietante, principalmente se considerarmos o ângulo negativo com o qual as Sagradas Escrituras vêem a embriaguez (a possível exceção de Pr 31,6-7 parece mais ser uma amarga ironia): Coisa luxuriosa é o vinho e perturbadora, o licor: quem se delicia com eles não será sábio (Pr 20,1). "Não convém aos reis beber vinho, nem, aos magistrados, gostar de bebida inebriante: porque, ao beberem, esquecem-se dos julgamentos e pervertem a causa de todos os pobres" (Pr 31,4-5; ainda Pr 23,31-34; 1Pd 4,3; 1Tm 3,3 e outras passagens).
Obviamente, aqui não se trata de uma embriaguez física, de quem se excede na bebida, mas de algum efeito espiritual que se compara, analógica, simbolicamente, com os efeitos produzidos pelo vinho. Quais seriam esses efeitos?
Em diversas passagens da Bíblia, o vinho aparece como sinal de alegria: O vinho foi criado para a alegria (Eclo 31,35), fala o Sirácides; alegria da alma, júbilo e prazer do coração é o vinho bebido, com moderação, a seu tempo (Eclo 31,36). Mais ainda, ele simboliza a alegria da salvação trazida por Deus, descrita, por exemplo, pelo profeta Isaías como um banquete de vinhos finos, de carnes suculentas e vinhos depurados (Is 24,6).
Esse é o primeiro sentido do inebriar-se com o Sangue do Senhor, a que se refere a oração: um estado de alegria, que vivifica a alma. A vida cristã não precisa ser vivida como um peso, um fardo: "Vinde a mim, todos vós que estais cansados e carregados de fardos, e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e sede discípulos meus, porque sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para vós. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve" (Mt 12,28-30). O Sangue do Senhor é capaz de inebriar a nossa alma da alegria de fazer a vontade de Deus, a alegria de quem encontrou o tesouro, à pérola preciosa (cf. Mt 13,44-46). A pessoa, então faz sem esforço, com satisfação, tudo aquilo que Deus quer.
Outro efeito notório da embriaguez é a insensatez por ela causada, contra a qual, aliás, alerta insistentemente a Escritura Sagrada. O vinho faz os tolos, produz os insensatos. Lembramos, porém, as palavras de São Paulo, que falam de uma dupla sabedoria e de uma dupla insensatez: a sabedoria do mundo e a Sabedoria de Deus, a loucura do mundo e a Loucura de Deus. Elas se opõem reciprocamente, de modo que o que é sábio para Deus, é insensato para o mundo, e vice-versa: os judeus pedem sinais, os gregos buscam sabedoria. Nós, porém, proclamamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, Cristo é poder de Deus e sabedoria de Deus. /.../ O que para o mundo é loucura, Deus o escolheu para envergonhar os sábios (1Cor 1,23-25.27).
Para ser sábio aos olhos de Deus, é preciso ser insensato, ser louco aos olhos do mundo. Com efeito, o que é, aos olhos do mundo que não crê, o mandamento do perdão, o amor aos inimigos, o perder a vida para ganhar a vida eterna? Tudo isso não é tido por pura insensatez, loucura? Do mesmo modo, os valores do mundo sem fé, são loucura aos olhos de Deus. Ninguém se iluda: se algum de vós se julga sábio diante deste mundo, faça-se louco, para tornar-se sábio; pois a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus (1Cor 3,18-19). Escrevia um monge cartuxo: Toda a nossa sabedoria está fundamentada na loucura da Cruz, ao contrário de toda a sabedoria humana (ver 1Cor 1 e 2). Falamos, talvez demais, do sábio equilíbrio de nossa vida. Esquecemos que, humanamente, é preciso ser louco para abraçar a vida cristã! Eu vim trazer fogo à terra (Lc 12,49) [1]. É essa insensatez divina que nos é concedida pelo Sangue do Senhor. Inebriados pelo Sangue de Cristo, tidos por insensatos e fracos aos olhos do mundo, exultamos de alegria, pois o que é loucura de Deus é mais sábio que os homens e o que é fraqueza de Deus é mais forte que os homens (1Cor 1,25). Assim seja.

[1]. Monge da Ordem dos Cartuxos, O discernimento dos espíritos, Paulinas, São Paulo, 2006. Os monges e monjas da Ordem da Cartuxa, fundada por São Bruno, buscam na solidão e no silêncio, o encontro com Deus. Vale a pena visitar o site: http://www.chartreux.org/pt/frame.html que apresenta, porém pouco ou nada do que o mundo atual aprecia. Aos olhos do mundo, existe vida mais louca que essa?

Artigo extraído do Devocionário ao Preciosíssimo Sangue de Jesus


Veja mais:
Oremos com o Preciosíssimo Sangue de Jesus

O PRECIOSO SANGUE DE CRISTO


A misericórdia e o pecado


Deus nos chama a servir

Sou tímido e não sei o que dizer

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE SIDNEY!!! AUSTRALIA!!!!!

Significado do Pálio na missão dos Bispos e da Igreja no Brasil

Papa pede que todos participem da vida e gestão do país

Biblioteca mais importante do mundo fecha as portas

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h29
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


A solução de todos os problemas é Jesus
"Senhor, nós não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?" (João 14,5).
Eu tenho a certeza de que todos nós já ouvimos e conhecemos bem esta palavra, mas com o tempo nos acostumamos demais com ela a ponto de não a percebermos mais. Estamos aqui diante de algo maravilhoso.
A pergunta de Tomé foi exatamente esta: Como chegar a Deus? Como chegar ao céu? Não sabemos, Senhor, qual caminho percorrer. As religiões, com muita boa vontade, procuram caminhos para buscar a Deus. Mas, Jesus veio ao mundo e disse: "Eu sou o Caminho". Uma vez que permitimos que Jesus nos conduza, já estamos no caminho. Jesus não parou aí. Ele não é somente o Caminho, mas também é a Verdade. A solução Jesus já trouxe: Ele é a verdade; quem acolhe a sua Palavra já está vivendo a verdade. Mas, Jesus acrescenta mais ainda: "Eu sou a Vida". Quem não O encontra, não encontrou a vida eterna - estará procurando o caminho, a verdade e a vida, mas não os encontrará.
Deus tomou a iniciativa e veio ao nosso encontro. Uma vez que o Filho de Deus veio, tudo foi estabelecido. E uma vez que religião é religar-se com Deus, o caminho é Ele, a verdade é Ele e a vida também é Ele. Meus irmãos, aí esta o fundamental para nós.
"Não se perturbe o vosso coração. Tende fé em Deus, tende fé em mim também. Na casa de meu Pai, há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vos teria dito" (Jo 14, 1-2).
Aliás, ligado a isso, um pouco mais à frente, Jesus diz:
"Referi-vos essas coisas para que tenhais a paz em mim. No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo" (Jo 16, 33).
É claro: no mundo nós teremos aflições, o mundo é assim mesmo. Nós estamos numa guerra espiritual. Você não pode ignorar que existe um inimigo. O próprio João Paulo II muitas vezes falou sobre estas forças que nos rodeiam e que o Evangelho chama de "as forças das trevas". Olhando para nossa vida podemos constatar que acabamos sendo como uma ilha cercada de problemas, mas não podemos permitir que estes problemas venham a ser o centro de nossas vidas. Jesus disse que seríamos uma ilha cercada de problemas, porém também disse: "Coragem! Eu venci o mundo". Não nos amedrontemos diante das diversas situações que nos acontecem. Aprendamos a enfrentar os problemas. Quando não nos atemorizamos, não nos desesperamos diante deles [problemas], mas os enfrentamos, e assim, conseguimos encontrar a solução. Que aventura linda é buscar o caminho da solução dos problemas! Desenvolver os cálculos e chegar à solução deles. Todos eles têm solução, só que assim como na matemática, todos têm de ser enfrentados.
A solução de todos os problemas é Jesus, mas diante dessa verdade não podemos cruzar os braços. Caminhando com o Senhor, vamos chegar à solução de todos os problemas. Eu fiz, graças a Deus, uma matemática muito boa e tive muitos professores bons. E sou muito mais feliz por encontrar a solução dos meus problemas em Jesus. A Canção Nova só é o que é, hoje, porque soube enfrentar os problemas com o Senhor! É isso que Jesus está nos ensinando hoje. Ele é a porta, não só o Pastor, mas também a porta pela qual devemos passar e entrar. Para isso, a Palavra de Deus nos dá esta ordem: Coragem!
seu irmão, Padre Jonas Abib


Perdoar descomplica a nossa vida
Hoje Jesus nos convida a não mais guardar entulhos no nosso coração; a colocarmos tudo às claras diante d'Ele: indiferença, derrotas, decepção no trabalho, aborrecimentos, lágrimas, tristeza e tantas outras situações. Entreguemos com confiança ao Senhor todas essas coisas, e deixemos que Ele cure o nosso coração. Abramo-nos à experiência do perdão. Mesmo não sentindo vontade, decidamo-nos a perdoar os que feriram o nosso coração.
Perdoar é o primeiro passo para descomplicar a nossa vida. Permitamos que o Espírito Santo traga à luz as situações passadas da nossa vida que ficaram mal resolvidas. Ao virem à luz, a nossa libertação e a nossa cura acontecerão.
''Eis a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, o Senhor declara: Pondo as minhas leis nos seus corações e inscrevendo-as na sua mente, não me lembrarei mais dos seus pecados, nem das suas iniqüidades. Ora, onde existe o perdão, já não se faz oferenda pelo pecado'' ( Hb 10,16-18).
Jesus, eu confio e espero em Vós!
Luzia Santiago


Como me fazer inesquecível?
Muita gente pensa que se tornará inesquecível distribuindo presentes, elogios e coisas deste tipo. São pessoas que pensam que serão lembradas por aquilo que podem fazer ou dar.
Perfeito engano! Torna-se inesquecível mesmo incompreendido ou mal julgado quem sabe dar de si. São pessoas que sabem e querem passar pelas outras deixando uma marca daquilo que são.
Pessoas interessantes dão presentes; as inesquecíveis dão de si.
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, Seu irmão, Ricardo Sá.


Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 10h21
::
:: Enviar esta mensagem

Onde encontrar a felicidade? - Sem Deus não haverá humanidade nova

Já o velho - sábio pagão - Aristóteles percebera que comandava a existência humana o desejo da felicidade. Mas em que consiste a felicidade? Onde encontrá-la? Freud colocou nas raízes da ação humana o princípio do prazer. Nisto ele está perto de Aristóteles. Mas, lendo Freud, fica-nos a sensação de que a vida civilizada, eticamente responsável, implica necessariamente sofrimento, renúncia à alegria de viver.
Agostinho de Hipona, ainda pagão, deixou-se conduzir pelo desejo de ser feliz. Abriu duas frentes de busca: uma da inteligência, outra da concupiscência. Através da primeira peregrinou pelos caminhos da filosofia grega, detendo-se por um bom tempo no pensamento maniqueu, na tentativa de compreender o mistério do mal. Através da segunda envolveu-se em amores e afetos feitos de erotismo, que lhe deram um filho, Adeodato.
Assim Agostinho descreveu essa experiência: "Para mim, o amor era muito mais doce se pudesse gozar do corpo da pessoa amada. Assim, conspurcava a fonte da amizade com a sórdida luxúria, e ofuscava sua luz com as paixões infernais. Era repulsivo e vulgar, mas com vaidade me ataviava como se fosse pessoa elegante e refinada. Caí nos braços do amor, pelos quais quis ser envolvido" Mas sobreveio o vazio: "Deus meu, minha misericórdia, como foste bom ao derramar fel abundante sobre meus prazeres! Fui amado, e cheguei, por caminhos tortos, a gozar, satisfeito, das cadeias que me prendiam com laços de tormento, para depois sentir o ferro em brasa do ciúme, da suspeita, do temor, da cólera e das contendas" (Confissões, liv. III,1.1).
Seu coração continuava, pois, irrequieto, inquieto e atormentado. Professor de retórica em Milão, levado pelo desejo de conhecer o grande orador, Ambrósio, foi ouvi-lo. A questão da verdade se colocou para ele com novo vigor. Onde encontrar a felicidade? Lá onde ela estiver, lá é a pátria da verdade.
Caro(a) leitor(a), o que é a verdade? Agostinho levou a sério a insatisfação de seu coração e a sede de sua inteligência. Já procurava, desde os começos da juventude, resposta para sua inquietação. Continuou procurando. Pesquisava, dentro, as razões e os anseios de seu coração e investigava fora, agora, nos livros sagrados do cristianismo, os caminhos que poderiam conduzir à plenitude da verdade.
Chegou um momento em que tudo ficou claro. Ele não podia negar, seu coração continuava inquieto: não lhe respondiam aos anseios as experiências até então vividas. Sua inteligência começou a ver na proposta cristã a verdade que buscara nos filósofos gregos. Mas à verdade cristã só se chega plenamente pela entrega do coração. E seu coração relutava: "ia adiantada a decisão de desprezar as esperanças do mundo para seguir a Ti apenas". E Agostinho dizia para si mesmo: "onde está tua eloqüência? Dizias não te livrares das vaidades por não teres certeza da verdade: agora a verdade está clara, mas ainda pesam sobre ti as vaidades"..."Com que dureza açoitei minha alma, para que me seguisse na direção de Ti! Ela, titubeante, não ia, nem negava; todos os argumentos eram rebatidos, refutados; restava-lhe apenas uma muda incerteza. Temia como à morte largar aqueles hábitos que a matavam pouco a pouco" (Liv. VIII, 7.18).
Santo Agostinho entrou em dolorosa agonia espiritual: "caído sob uma figueira, dei curso às lágrimas, que jorravam dos meus olhos como a fumaça de um sacrifício em tua honra... Sentia-me ainda preso ao meu passado, e por isso bradava em desespero: por quanto tempo direi ainda 'amanhã, amanhã'? por que não agora? Por que não pôr fim logo à minha indignidade?" (Livro VIII, 12,28).
A experiência de Agostinho confirma o que o Santo Padre, Banto XVI, afirmou: "uma sociedade em que Deus está ausente não encontra consenso necessário sobre os valores morais e a força para viver segundo esses valores, mesmo contra os próprios interesses". Encontrar a plenitude da verdade sem Deus não é possível e muito menos decidir-se a viver dela. A inteligência de Agostinho, pela graça de Deus, tinha chegado a reconhecer a verdade. Seu coração, entretanto, não dava o passo da entrega.
Mergulhado no desespero de sua impotência, com o coração cheio de amargura, Agostinho escuta a voz de um menino a cantarolar: "toma e lê...toma e lê". Agostinho toma o livro da carta de Paulo aos Romanos, abre-o, lê e escuta: "não em orgias e bebedeiras, nem em luxúria e na libertinagem, não nas rixas e na inveja, mas revestí-vos do Senhor Jesus Cristo, e não sigais a carne em suas paixões" (Rom13,13-14). "Lida a passagem, todas as trevas da dúvida se dissolveram, como se uma luz de certeza se espalhasse em minha alma" (Lvro VIII, 12,29).
Aqui começa a alegria de seguir pelo caminho das virtudes. Agostinho foi então, depois de algum tempo, batizado junto com seu filho, Adeodato, "fruto do meu pecado". "Fomos batizados, e assim libertos de qualquer preocupação relativa ao passado"(Livro IX, 6.14). Começou uma vida nova. (Voltaremos ao assunto).


POR:Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues
Arcebispo de Sorocaba (SP)


LEIA TAMBÉM:
O celibato consagrado - A vida celibatária não significa menosprezo a sexualidade

Não ao relativismo na Igreja Católica

Jovem "entre a vida e a morte" é curado pelo Sangue de Jesus

Discípulos de todos os tempos - Há uma diferença entre seguir Jesus na multidão e ser Seu discípulo

Namoro virtual -Estaria o namoro perdendo seu verdadeiro significado?

O Sangue de Jesus tem poder na minha vida

A liberdade cristã é o seguimento de Cristo até a cruz

Vote no Cristo. Ele é uma maravilha!

Promoção - JULHO - Queremos conhecer:VOCÊ!!!!

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h46
::
:: Enviar esta mensagem

Oração pela Libertação de todos os vícios

Hoje, na nossa rede de intercessão, vamos orar juntos pela LIBERTAÇÃO DOS VÍCIOS: (cigarro, bebida, drogas, mentiras, vícios na sexualidade, e todos os tipos de vícios que você, alguém da sua família ou pessoas próximas a nós precisam de libertação. Rezemos também por aquelas pessoas que vivem no anonimato, abandonadas nas ruas, principalmente crianças e idosos que não têm alguém para cuidar deles e eles estão por aí perdidos também nas bebidas e nas drogas) Acreditamos que tudo pode ser mudado pela força da oração e por isso, não tenha medo nem receio de expor aqui seus pedidos.

Clamemos a intecessão da Rainha da Paz! Assim como ela intercedeu quando faltou vinho nas bodas de Cana e o primeiro milagre de Jesus aconteceu, assim também ela cuide todos que acessarem esse espaço virtual de evangelização e deixarem suas intenções. (clique lá embaixo no final da mensagem em cima de comentários e deixe seu pedido e seu e-mail) .Você aceita o convite de ser um intercessor? Tenha a certeza que alguém estará orando também pelas suas intenções.


Reze comigo essa oração:
Peço pela libertação de todas as crianças, jovens e adolescentes que estão no mundo das drogas, totalmente cegados e sendo atormentados por Satanás!
Quantas familias sofrendo, meu Deus!
Tende misericórdia!
Atenda Senhor as famílias desesperadas que não sabem mais o que fazer!
Quantos jovens morrendo, Senhor!
Eu clamo Jesus: retira a alma desses pessoas da morte!

Realiza um milagre, Senhor, na vida de todas as pessoas que se encontram em situação de adutério, e pelas esposas ou esposos e tantos filhos que sofrem com essa maldição!
Liberta os teus filhos, meu Deus!

Nós acreditamos em milagres, Senhor! Vinde em nosso auxílio! Aumenta nossa fé e ajude-nos a vivermos essas situações em Ti e não nos revoltarmos e nem buscarmos ajuda em lugares onde Tu não estás. Ensina-nos a não desanimar-mos e a sempre esperar em Ti.
Desde já, agradecemos, Senhor, pela certeza da vitória que virá, por intercessão da Nossa Amada Rainha da Paz.
Amém!!

Um abraço forte!
Santo Agostinho, rogai por nós!
Unida em oração, Ana Néri


Fonte:BLOG ANA NERI

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h43
::
:: Enviar esta mensagem

Mensagens do dia


Estamos preparados para a segunda vinda do Senhor?
O Senhor tem suscitado no coração dos simples a expectativa da Sua vinda. O Seu Reino será implantando definitivamente. São os corações simples que percebem os sinais dos tempos.
Sempre foi assim na história da Igreja. É o povo simples que se abre aos sinais de Deus. A sabedoria divina se manifesta aos pobres: no Antigo Testamento eram os "pobres de Javé" e no Novo Testamento, os "pobres de coração".
Deus está nos revelando que a Sua vinda está próxima. E quais são os sinais? A ação do Espírito Santo nas pessoas e no mundo é o primeiro e grande sinal.
Leia no livro de Joel: "Depois disto, derramarei meu Espírito sobre toda carne. Vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos anciãos terão sonhos, vossos jovens, visões. Mesmo sobre os servos e as servas, naqueles dias, derramarei o meu Espírito. Farei prodígios no céu e na terra, sangue, fogo, colunas de fumaça. O sol se transformará em trevas e a lua em sangue quando vier o dia do Senhor, grandioso e temível" (Jl 3, 1-4).
O principal e primeiro sinal é: "Derramarei meu Espírito sobre todo ser vivo".
Depois acontecerá o que está no versículo 4: "Farei prodígios no céu e na terra, sangue, fogo, colunas de fumaça. O sol se transformará em trevas e a lua em sangue quando vier o dia do Senhor, grandioso e temível".
A grande profecia de Isaías diz:
"O Espírito do Senhor Deus está sobre mim: o Senhor, fez de mim um messias, ele me enviou a levar alegre mensagem aos humilhados, medicar os que têm o coração confrangido, proclamar aos cativos a liberdade, aos prisioneiros a abertura do cárcere, proclamar o ano do favor do Senhor, o dia da vindicta do nosso Deus..." (Is 61, 1-2).
Proclamar o ano do favor do Senhor e o dia da vindicta (vingança) do nosso Deus. Quando se fala "ano" é um "tempo": um longo tempo de graça. Estamos vivendo um tempo maravilhoso, e o que temos que fazer é: proclamar o ano da graça do Senhor antes que chegue o dia da vingança do nosso Deus.
As duas coisas hão de acontecer: "o ano da graça" e também "o dia da vingança". É palavra de Deus. Tudo vai acontecer porque "passa a terra mas as minhas palavras não passarão" (Mt 24,35).
É justamente com essas palavras que Jesus conclui o anúncio da sua segunda vinda.
O que temos de fazer é estar preparados, a cada dia, para a volta do Senhor e proclamar corajosamente, sem nenhum receio, tanto este "tempo de graça", como "o dia da vingança" para que todos estejam preparados.
Seu irmão, Pe. Jonas Abib


Qual a verdadeira religião?
"O Verbo de Deus se fez carne e habitou entre nós!" É assim que João fala de Jesus!
O Filho de Deus se fez carne e desceu até nós! Assumiu nossa vida em tudo, exceto no pecado, apesar de assumir todas as suas conseqüências na própria carne. Assim, Deus veio até o homem, ficou do "tamanho" dele, veio em sua história, para falar com ele, amá-lo, dar a vida por ele e salvá-lo!
Todas as outras religiões querem elevar o homem até Deus. No Cristianismo, Deus se faz homem e vem morar com ele. Por isso, somente Jesus é capaz de tomar nossas dores, carregar nossas enfermidades e nos salvar!
Entendeu?
Valei-me, São José!
Com carinho e orações, seu irmão, Ricardo Sá



Fonte:http://www.cancaonova.com

:: Postado por Reginaldo Cristoativado às 07h36
::
:: Enviar esta mensagem

"Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe.
Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!
Se o fizesse de minha iniciativa, mereceria recompensa. Se o faço independentemente de minha vontade, é uma missão que me foi imposta".


___________________
ONDE ME ENCONTRAR

TWITTER

MYSPACE

FÉ E SOM

SKYPE:reginaldo.simonetti


CADASTRE-SE E RECEBA EM SEU E-MAIL O EVANGELHO DO DIA: evangelhododia@gmail.com

____________________
GRUPO DE JOVENS SHEKYNAH - SÃO CARLOS/SP.
MEMBRO DO GRUPO, ENVIO DIARIO DE E-MAILS DE EVANGELIZAÇÃO, ATUALIZAÇÃO DO TWITTER

SITE

BANDA

YOUTUBE

TWITTER


_____________________
BANDA CAVALEIROS CONSAGRADOS - SÃO SEBASTIÃO DO PARAISO/MG
REPRESENTANTE COMERCIAL NA VENDA DE PRODUTOS E DIVULGADOR DA BANDA.

SITE

BLOG

CLIQUE AQUI E BAIXE DUAS FAIXAS DO CD "ESCUDO SOBERANO"

YOU TUBE


_____________________
PLANET WHITE
1º SITE DE ROCK CATÓLICO DO BRASIL - MEMBRO DA EQUIPE DO SITE.

SITE

TWITTER


________________

REZE O ROSÁRIO


LITURGIA DIÁRIA

BIBLIA ON-LINE


SOS ORAÇÃO

SITES

VATICANO
CNBB
DIOCESE DE SÃO CARLOS
SOS ORAÇÃO
CLEOFAS
DOMINUS VOBISCUM
ZENIT
ASSOCIAÇÃO DO SENHOR JESUS
VERITATIS
CATOLICANET
PASTORALIS
RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA
PAI DE AMOR
APELOS URGENTES
PUR - PROJETO UNIVERSIDADE RENOVADA
PAPO CATÓLICO
WEB CATÓLICA
UNIVERSO CATÓLICO
FILHOS DE PADRE PIO
SANTUÁRIO NACIONAL DE APARECIDA

DOCUMENTOS E TEXTOS DA SANTA IGREJA

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA(CIC)
RESPOSTAS DA BÍBLIA
DOCUMENTOS DO CONCILIO VATICANO II
ENCÍCLICA "DEUS CARITAS EST"
ENCÍCLICA "SPE SALVI"
EUCARISTIA - DESDE O PRINCÍPIO
MILAGRES EUCARISTICOS
MILAGRES EUCARISTICOS(2)
MILAGRES EUCARISTICOS(3)
SANTO SUDÁRIO
A SANTA MISSA: CELEBRAÇÃO LITURGICA DA EUCARISTIA
SETE SACRAMENTOS
PEQUENO CATECISMO DO NAMORO
SALMOS ON-LINE
ORAÇÕES EM LATIM
NOS PASSOS DE MARIA
A DOUTRINA SOCIAL DA IGREJA

FORMAÇÕES

FORMAÇÃO COMUNIDADE SHALOM
FORMAÇÃO CANÇÃO NOVA
FORMAÇÃO COMUNIDADE ALPHA E OMEGA
FORMAÇÃO PARA MUSICOS

SANTOS & SANTAS QUE AMO E ADMIRO

SÃO FRANCISCO DE ASSIS
SANTA CLARA DE ASSIS
SÃO BENTO
SÃO PIO DE PIETRELCINA
SÃO MIGUEL ARCANJO
SÃO PAULO
SANTA GIANNA BERETTA MOLLA
SANTA TEREZINHA DO MENINO JESUS
SANTO DO DIA
CADE MEU SANTO

MINISTÉRIOS E BANDAS NACIONAIS

ROCK

CAVALEIROS CONSAGRADOS
CEREMONYA
BEATRIX
ETERNA
UNIÃO
IAHWEH
THE FLANDERS
VIA 33
FISHER
A.U.B (ANJOS DA ULTIMA BATALHA
NAZARENOS HC
PATRIA CELESTE
SANCTI
BANDA MAGNA
ALTO GRAU
SAGRADA FACE
HAVA
BOY
SAGRRA
ROSA DE SARON
BANDA DO CÉU
APOCALIPSE PROPHECY
33 HC
DIEGO FERNANDES
DENILSON RUFFINO
BANDA SER
VULTURE OF CORPSE
FIDES
MAIS DE 100 MINISTÉRIOS DE ROCK CRISTÃO

POP, ADORAÇÃO

BANDA SHEKYNAH
ZIZA FERNANDES
CELINA BORGES
ADRIANA
ADORAÇÃO E VIDA
MINISTÉRIO LOUVOR E GLÓRIA
MISSIONÁRIO SHALOM
PADRE FABIO DE MELO
VIDA RELUZ
ANJOS DE RESGATE
EROS BIONDINI
ADILSON SABARÁ
MENSAGEM BRASIL
BANDA COOT
ALEXANDRE SOUL
PADRE MARCELO ROSSI
PADRE ANTÔNIO LIMA
CANAL DA GRAÇA

DANCE E AXÉ

ELECTROCRISTO
DEOPACTUM
ALTO LOUVOR
DOMINUS
JAKE

PORTAIS

PLANET WHITE
WHITE METAL BLOG
WHITE METAL
PORTAL DA MUSICA CATÓLICA
CRISTOTECA

MP3 E FILMES CATÓLICOS

FILMES
PALCO MP3 CATÓLICO
PORTAL MP3
SITE CANÇÃO NOVA MP3 DIVERSOS
PORTAL KAIROS
PORTAL DA MÚSICA CATÓLICA

MINISTÉRIOS E BANDAS INTERNACIONAIS

ILLUMINANDI (METAL - POLONIA)
PADRE JONY(ROCK - ESPANHA)
METATRONE(METAL - ITALIA)
2 Tm 2, 3(METAL - POLONIA)
GOOD RELIGION (SKACORE - POLONIA)
SEVEN SORROWS (PUNK/HC)
CHEER UP CHARLIE
FLACTOROPHIA
FRATE CESARE(METAL - ITALIA)
TRUPIA CZASZKA(HC - POLONIA)
LAST DAY(ROCK -USA)
CEILI RAIN(ROCK- USA)
NICK ALEXANDER (POP ROCK - USA)
PRIESTIE BOYZ
FADE 2 WHITE
SCARECROW AND TINMEN
MATT MAHER
BOB RICE
BACKYARD GALAXY
GENROSSO
GEN VERDE
AKALYTE
FREDD
PHATMASS
MANUEL 3 (SOUL)
POINT 5 CONVENANT (HIP-HOP)
POPPLE
M.A.S
SAMMY BLAZE
RACHAEL LAMPA (POP -USA)
SARAH BAUER (POP - USA)
GRETCHEN HARRIS (POP - USA)
MARTIN VALVERDE (MEXICO)
MIGUELI (POP - ESPANHA)

MYSPACE, PUREVOLUME

LINK COM MAIS DE 100 BANDAS CATÓLICAS DE ROCK DE TODO O MUNDO
LLAGAS
FLACTOROPHIA
MAGISTERIUM
ICARUS
BANDA CHRISTOS
MAGISTERIUM
MALAK
LYSTRA'S SILENCE

PORTAIS

BANDAS CATÓLICAS DA POLONIA
ROCKING ROMANS (USA)
SPIRIT AND SOUND (VARIOS ARTISTAS)
BANDAS CATÓLICAS DOS U.S.A
SHERIFF MUSIC (ROCK)
AFTER MASS RECORDS

MP3

MP3 CATÓLICO
CATHOLIC JUKEBOX - MUSICA E VIDEOS

COMUNIDADES E FRATERNIDADES CATÓLICAS

NOVAS COMUNIDADES
TOCA DE ASSIS
ALPHA E OMEGA
CANÇÃO NOVA
BETHÂNIA
SHALOM
JESUS MENINO
PALAVRA VIVA
ALIANÇA DE MISERICÓRDIA
AETERNUM DEI
RECADO
OBRA DE MARIA
NOVA ALIANÇA
LUZ DA VIDA
CAMINHO SEGURO
HESED
QUERIGMA
COMUNIDADE YESHUA

LOJAS, GRAVADORAS E MEIOS DE COMUNICAÇÃO

WEB RADIOS E TVS

RADIOS CATÓLICAS
RADIO CANÇÃO NOVA
RADIO SOS ORAÇÃO
RADIO BEATITUDES
RADIOGENERATION ALABANZA
RADIO LUZ
WEB TV CANÇÃO NOVA

EDITORAS E LOJAS

CODIMUC
EDITORA AVE-MARIA
EDIÇÕES LOYOLA
EDITORA PAULINAS
EDITORA PAULUS
DUPLO LOUVOR
SHOPPING CANÇÃO NOVA
CD CRISTÃO
SACROVIA
DISKSHOP
MÃE DA IGREJA
SHALOM
HEAVEN'S SHOP

CIFRAS

ARQUIVO MUSICA CATÓLICO - CIFRAS, PARTITURAS,A CORDES, LETRAS
PORTAL DA MÚSICA CATÓLICA
CIFRAS
CIFRAS SHALOM
CIFRAS CANÇÃO NOVA
PORTAL KAIROS

EVENTOS

HALLEL DE FRANCA
HALLEL DE MARINGÁ
HALLEL DE LONDRINA
HALLEL DE BRASILIA
HALLEL DE PARACATU
EXPOCATÓLICA
DIA DA UNIDADE
TEEN NIGHT FESTIVAL
ENTRE AMIGOS

FOTOS EVENTOS

16ºHALLEL DE FRANCA 2003
ENREDADOS EM ARARARAQUARA - 2004
3º DIA DA UNIDADE 2005 - ARARAQUARA/SP
VIDA RELUZ E CANAL DA GRAÇA - ARARAQUARA 2003
15 ANOS DA CODIMUC
GALERIA CODIMUC

BLOGS E FLOGS

ARQUIVOS CATÓLICOS
PENSAMENTOS RELIGIOSOS
CRISTIFICADOS
MEU DEUS, MEU TUDO
CATÓLICA COM AMOR
ARMÁRIO DA CA
MEU FLOG
NANDYTAH
FLOG ADRIANE
FLOG CAMILA
ADRIANA JACOMO

SITES UTEIS E DE AJUDA

CÂNCER DE MAMA
INSTITUTO PRÓ-QUEIMADOS
ASSOCIAÇÃO NACIONAL PRÓ-FAMILIA
PRÓ-VIDA
ANTI DROGAS
SOLIDARIEDADE AS PESSOAS COM HIV
SAIBA AQUI O SIGNIFICADO DO SEU NOME
PRESENTEI QUEM VC AMA COM FLORES
MANTENHA A SAUDE PEDALE
PEDALA SÃO CARLOS
BICICLETADA SÃO CARLOS


..:: INDIQUE ESSE BLOG ::..

01/08/2011 a 31/08/2011

01/07/2010 a 31/07/2010

01/06/2010 a 30/06/2010

01/05/2010 a 31/05/2010

01/04/2010 a 30/04/2010

01/03/2010 a 31/03/2010

01/02/2010 a 28/02/2010

01/01/2010 a 31/01/2010

01/11/2009 a 30/11/2009

01/10/2009 a 31/10/2009

01/09/2009 a 30/09/2009

01/08/2009 a 31/08/2009

01/07/2009 a 31/07/2009

01/06/2009 a 30/06/2009

01/05/2009 a 31/05/2009

01/04/2009 a 30/04/2009

01/03/2009 a 31/03/2009

01/02/2009 a 28/02/2009

01/01/2009 a 31/01/2009

01/12/2008 a 31/12/2008

01/11/2008 a 30/11/2008

01/10/2008 a 31/10/2008

01/09/2008 a 30/09/2008

01/08/2008 a 31/08/2008

01/07/2008 a 31/07/2008

01/06/2008 a 30/06/2008

01/05/2008 a 31/05/2008

01/04/2008 a 30/04/2008

01/03/2008 a 31/03/2008

01/02/2008 a 29/02/2008

01/01/2008 a 31/01/2008

01/12/2007 a 31/12/2007

01/11/2007 a 30/11/2007

01/10/2007 a 31/10/2007

01/09/2007 a 30/09/2007

01/08/2007 a 31/08/2007

01/07/2007 a 31/07/2007

01/06/2007 a 30/06/2007

01/05/2007 a 31/05/2007

01/04/2007 a 30/04/2007

01/03/2007 a 31/03/2007

01/01/2007 a 31/01/2007

01/12/2006 a 31/12/2006

01/11/2006 a 30/11/2006

01/10/2006 a 31/10/2006

01/09/2006 a 30/09/2006

01/08/2006 a 31/08/2006

01/07/2006 a 31/07/2006

01/06/2006 a 30/06/2006

01/05/2006 a 31/05/2006

01/04/2006 a 30/04/2006

01/03/2006 a 31/03/2006

01/02/2006 a 28/02/2006

01/01/2006 a 31/01/2006

01/12/2005 a 31/12/2005

Créditos